Marketing Digital 09/09/2011

O que é necessário para iniciar o negócio de freelancer?

Luciano Larrossa Publicado por Luciano Larrossa

Todos nós já pensamos, pelo menos por algum momento das nossas vidas, que poderíamos iniciar o nosso próprio negócio. De como seria bom trabalhar sem um chefe ou poder definir os nossos próprios horários. Contudo, todos esbarramos logo no primeiro passo: o dinheiro. Parece tudo bastante maravilhoso, mas na verdade acabamos por deixar essa ideia para trás quando as questões financeiras começam a entrar no processo. Mas na verdade, será que é assim tão caro iniciar um negócio de freelancer. Colocando a questão de outra forma: será que isso deve ser um fator que impeça você de começar a ter o seu próprio negócio?

A verdade é que a resposta a estas questões dependem principalmente de uma coisa: Que ramo de negócio você vai trabalhar. Iniciar um negócio com um blog, tentando escrever artigos com qualidade, talvez seja bem mais barato do que iniciar um trabalho como fotógrafo freelancer por exemplo, visto que este último necessita de comprar uma máquina de qualidade, o que pode chegar aos vários milhares de reais. Posto isto e para que a questão financeira não seja uma desculpa, vou lhe dar alguns pontos que são fundamentais para que consiga realmente iniciar o seu negócio de freelancer, para que tenha uma noção de algumas coisas necessárias e que muitas vezes fogem daquelas contas iniciais que todos fazemos:

Escolha o público alvo

Pensar em iniciar um trabalho mas não saber a quem vender esse produto é um erro. Antes de mais, defina bem a quem quer vender algumas coisa. Nacionalidade, classe social ou idade são alguns dos pontos que deve analisar para escolher os seus futuros clientes.

Escolha um preço justo

Depois de saber a quem vai vender, é importante definir um preço que seja possível ser comprado pelo seu público-alvo. De que adianta ter clientes com grande poder de compra e vender um produto barato. Será que não conseguiria aumentar a sua margem de lucro? Por vezes por estar a perder dinheiro por não fazer esta análise. A mesma atitude pode ser feita no custo trabalho/hora.

O nome

Muitos costumam desprezar este passo, mas é algo muito importante. Escolher o nome é um passo que vai condicionar o resto do seu negócio para os próximos anos. É que mais tarde, uma troca de nome pode ter grandes custos e um trabalho desnecessário, caso tenha uma má escolha inicial. Para que isso não aconteça, aconselho a leitura do nosso artigo sobre como escolher um nome para a sua empresa.

Crie uma lista de princípios

Uma das coisas que mais ouvimos falar quando lemos livros de negócios é a necessidade de uma empresa criar a sua própria identidade. Isto é, o cliente necessita de saber o que vai esperar daquela empresa. Quando olhamos para a Apple, sabemos que iremos esperar inovação e qualidade. O mesmo deve acontecer no seu trabalho de freelancer. Crie uma lista de dez princípios e siga-os à risca, para os clientes saberem o que esperar de você.

Defina um local

Abrir um escritório é algo que você deve riscar nos seus planos iniciais, devido aos custos. A única excepção deve ser feita quando você precisa realmente de receber clientes. Caso contrário, um escritório em sua casa ou uma ida ao café podem ser suficientes.

iniciar um negócio

Computador

Este é um dos pontos essenciais do seu negócio. Não pense que qualquer computador é suficiente para que você consiga começar a trabalhar. Falo isso por experiência própria. Recentemente comprei um Mac, e a diferença em termos de produtividade tem sido enorme. É um investimento um pouco mais caro, mas que no final de alguns meses começa a ser recuperado.

Impressora

Ninguém normalmente pensa neste custo, mas é algo que deve ter em consideração, até porque a longo prazo necessita de alguma manutenção (papel e tubos de tinta). Nenhum freelancer consegue trabalhar sem uma impressora. Por isso é determinante que coloque esta compra na sua lista, podendo ir dos 200 aos 800 reais.

Blog

Apesar de poder ser gratuito, alguém que se queira tornar um freelancer de sucesso necessita de ter tudo da melhor qualidade e nisso também inclui um blog com qualidade. E para isso, é necessário que você tenha alguma despesa, nem que seja apenas na compra de alojamento e domínio. Se forem acrescentados alguns plugins WordPress, a despesa aumenta consideravelmente.

Softwares de faturamento

Se quiser estar por dentro dos limites em termos fiscais (passar recibos ou faturas) é necessário que tenha um software de faturação, como o InvoiceXpress ou o Fresh Books. Isso normalmente tem um custo, apesar de os sites que lhe falei anteriormente terem planos bastante reduzidos, que facilmente são compensados com o tempo que você poupa no gerenciamento de clientes.

Software de edição de imagem

No caso deste blog, eu não necessitaria de editor de imagem pago, visto que utilizo o Pixlr, o que é mais do que suficiente para editar as minhas imagens. Contudo, se trabalhar como web designer, terá que comprar conta na Adobe, o que é um custo enorme a ter em conta.

Internet

Parece um pouco cliché falar da ligação à internet num momento em que ela parece estar presente em todo o lado. Mas a verdade é que estes dias que tenha passado no Brasil me fizeram pensar um pouco mais neste problema, visto que ter internet no Brasil não é a mesma coisa que ter internet em Portugal. As principais diferenças são o preço e a velocidade. Enquanto em Portugal esses dois problemas são resolvidos facilmente (internet a 24 Mbps e a 55 euros por mês), no Brasil isso não acontece, sendo a internet bem mais lenta e os preços mais elevados. Por isso, na altura de começar o seu trabalho freelancer, tenha bem em conta quanto vai gastar com internet, sabendo que por se o barato lhe fizer perder mais tempo, isso não compensa e a longo prazo sai mais caro.

Publicidade

Não existe negócio que se torne torne conhecido sem divulgação. Ou melhor, até existe, mas o mais certo é que demore vários anos a ser conseguido. Fazer publicidade no Adwords ou nas redes sociais é algo indispensável para quem quer divulgar o negócio de freelancer rapidamente.

Cartões de Visita

Quando se encontrar com o seu cliente, deixe-lhe sempre algo de modo a que ele não se esqueça de si. E nisso os cartões de visita são algo indispensável e isso será sempre um custo a considerar.

Abra uma conta bancária

Separar a sua conta pessoal da do trabalho de freelancer é uma boa atitude. Isto impede que caia no erro de misturar as suas finanças pessoais com a do seu trabalho, evitando que caia no erro de usar para si o dinheiro que deveria ser utilizado no seu negócio. Esta atitude irresponsável provoca, na maioria das vezes, uma queda brutal nos investimentos da empresa. Quando abrir uma conta tenha também o cuidado de verificar um plano de aposentadoria, visto que como sabe, os freelas não têm direito a qualquer aposentadoria por parte do Estado.

Faça um portfólio

Conseguir clientes significa ter algo para mostrar antes e nesse caso um portfólio pode ser uma excelente ajuda para conseguir impressionar os seus futuros compradores em poucos minutos.

Renovação de conhecimentos

Enquanto numa empresa as conferências ou workshops são pagos pela organização, no seu trabalho de freelancer a renovação de conhecimentos fica por sua conta. E quem não o fizer, certamente ficará para trás. Leitura de livros como o Unlimited Freelancer, Rockstar Freelancer ou o Rework são algo a considerar.

Paciência

É isso mesmo. Uma das coisas que você vai necessitar no início é a paciência. Qualquer freelancer que não tenha este requisito, facilmente desiste do seu trabalho ao fim de três meses. E como habitual, utiliza as desculpas dizendo “afinal não é tão simples” ou “no meu ramo é complicado”. Uma das coisas que eu friso (e irei continuar frisando) é que anda é fácil e tudo demora o seu tempo, como foi o exemplo do Miguel Gonçalves. Mas uma das coisas que tenho aprendido ao longo dos meus negócios é que paciência, persistência e muito trabalho não tem como não dar bom resultado. O problema é que nem todos conseguem ter estas características.

Ter um cálculo dos rendimentos

Estas contas normalmente os freelancers não fazem, mas é algo necessário. É determinante que saiba:

  • Quanto quer ganhar por mês
  • Qual o lucro que deve ter a sua empresa
  • Qual é o valor reservado para investimentos
  • Quanto quer ganhar nos primeiros seis meses, um ano ou até aos próximos dez anos
  • Quantos clientes necessita para conseguir ter esse volume de dinheiro
  • Quantas despesas tem por mês
  • Se existe alguma forma dessas despesas aumentarem
  • Quais serão os seus próximos investimentos

Foco, foco e foco!

Começar o negócio de freelancer exige concentração e foco naquilo que está fazendo. Esqueça aquelas oito horas de trabalho e ir embora. Por mais que você melhore a sua produtividade, se for um freelancer ambicioso irá querer sempre mais. Para isso a concentração que você dedica ao seu trabalho é algo determinante. Foque-se naquilo que deseja e alcance aquilo que quer. É claro que para iniciar o negócio de freelancer, você não necessita de exatamente todas estas coisas que mencionei acima, mas certamente irá necessitar de uma grande parte delas.

Novo usuário?

Comece aqui

e-book “SEJA MAIS PRODUTIVO”

Baixe o ebook “Pensamentos sobre marketing digital”

Preencha os seus dados abaixo e receba esse e outros materiais por e-mail.

BAIXE AGORA
O Ebook que vai ensinar você a colocar um chat do Facebook no seu site em apenas 10 minutos

close-link