Marketing Digital 26/10/2011

Qual o momento certo para criar um negócio?

Luciano Larrossa Publicado por Luciano Larrossa

Quando pensamos em iniciar o nosso próprio negócio, uma dúvida surge nas nossas cabeças: será este o momento certo? As mãos tremem e a nossa cabeça parece andar à roda. “Como irei ganhar dinheiro nos primeiros meses” ou “como vai ser o meu dia-a-dia” são algumas questões que se podem considerar normais. No momento tudo parece demasiado difícil e complexo para ser compreendido. Tal como tudo na vida, o que é novo irá sempre criar dúvidas e questões na nossa cabeça, fazendo com que uma decisão que deveria ser simples, se torne algo completo e que causa transtorno.

Mas será fácil responder há questão que está no título? Não me parece que o seja, até porque estamos sempre condicionados pelos casos individuais. Ou seja, esta opção deve aplicada a cada realidade. Se eu tenho uma boa saúde financeira, algumas poupanças e ainda vivo em casa dos pais, talvez não tenha grandes dificuldades em iniciar o meu próprio negócio. Mas se eu tiver contas para pagar ou uma família para sustentar talvez de pensar duas ou três vezes antes de tomar essa decisão. Por isso, não existe o “momento certo” para iniciar o seu negócio. Em alguns casos pode ser já hoje, para outros pode ser dentro de alguns meses.

criar negócio

Como posso saber qual o momento certo?

Bem, para saber quando deve iniciar o seu próprio negócio, é importante que faça uma análise a toda a sua vida para saber se estará preparado para isso. Por vezes essa oportunidade surge por necessidade, mas isso deve ser a exceção e não a regra. Por norma, qualquer negócio deve ser planejado com calma, de modo a que consiga começar com toda a sua potencialidade. Utilize a Sebrae ou faça uma análise SWOT, tanto faz, o importante é ter calma, visto que é um passo muito importante na sua vida e representa uma boa quantidade de dinheiro em investimento. Vejamos algumas questões que deve antes de começar o seu negócio:

Quanto preciso para sobreviver por mês?

Fazer uma boa análise às suas finanças pessoais ajuda-lhe a ter uma base do quanto deve necessitar de ganhar enquanto freelancer para cobrir todas as suas despesas. Isto nunca será a solução para o futuro, mas ajuda-o a criar um plano mensal de valor para receber. Ao fazer esta análise, garante que também pode cortar em algumas despesas desnecessárias e poupar dinheiro. Em Portugal e com toda a crise que o país está a viver, muitas pessoas estão reduzindo em gastos supérfluos como almoçar sempre fora ou ter a luz ligada mesmo quando não estão nessa divisão da casa. Não deixe chegar a esse ponto e antes de iniciar o seu negócio, veja quanto precisa de ganhar e poupe o máximo que puder.

Quantas horas quero me dedicar por dia?

Repare que o trabalho de freelancer ou empresário pouco tem a ver com o de empregado. Existem várias diferenças, tanto para o lado positivo como negativo. Uma delas é a questão do horário. Quando quiser começar o seu negócio, tente definir com antecedência quantas horas quer perder por dia.

Ao verificar este tempo, seja sincero consigo mesmo. Ou seja, imagine que quer criar um gabinete enorme para ajudar a tratar as pessoas que tenham pensamentos e sentimentos negativos. Suponha que esse é um mercado enorme e prevê que tenha de trabalhar dez horas por dia para conseguir cumprir todas as tarefas. Acha que iria aguentar? O mais provável é que não, tendo que colocar a hipótese de contratar um funcionário. Todas estas ideias devem estar definidas ao início para que saiba quanto tempo tem para se dedicar ou se é necessário delegar tarefas.

Estou preparado para gerir um negócio?

Ter vontade de começar um negócio é diferente de ter capacidades para o fazer. Nem todos estamos preparados para aguentar a responsabilidade de ter de lidar com clientes insatisfeitos ou manter a produtividade trabalhando em casa. Quando pensar em avançar com a sua iniciativa, tente perceber se é adulto o suficiente para ter de acordar quando ninguém o pede para o fazer ou ter de perder um fim-de-semana em uma palestra. É claro que por vezes a experiência torna-nos melhores profissionais, mas precisa de estar minimamente preparado para o fazer. Se quiser saber um pouco mais sobre como sobreviver nos primeiros tempos, leia o nosso artigo sobre as 5 dicas para se manter motivado nos primeiros três meses de freelancer.

Qual é o nicho de mercado que vou explorar?

Quem se atreveria, num momento como este, a lançar um jornal por exemplo? Dificilmente nenhum empresário de sucesso se atreveria a fazê-lo. No entanto, há 50 anos talvez fosse uma excelente opção. Mas os tempos mudam e você também precisa saber se adaptar às mudanças. Por isso, no momento em que escolher o seu nicho de mercado, tente verificar se é um negócio com futuro e se dentro de alguns anos as pessoas ainda continuem a precisar dele como precisam hoje. O negócio que você começar hoje, pode não ser preciso daqui a cinco anos. Nunca existe um momento certo para nada, mas se estiver um passo à frente relativamente ao que as pessoas procuram, irá aumentar as suas probabilidades de sucesso.

Tenho tempo suficiente para esperar que ele cresça?

Ninguém começa um negócio e de um dia para o outro começa a ganhar dinheiro. É necessário paciência, muita paciência! Neste caso, estamos a falar de vários meses e por vezes anos. O problema é que muitas pessoas iniciam a sua próprio startup ou negócio de freelancer pensando que ele será a salvação imediata porque ficou desempregado. Pode ser a sua salvação, mas com certeza não o será num espaço de tempo tão curto. Por isso, veja quais as são as suas motivações para começar a trabalhar e depois tome uma decisão.

Como estão meus concorrentes?

Se o Google Plus tivesse lançado este serviço há dez anos, provavelmente hoje seria a melhor rede social do planeta. Não o é, e dificilmente conseguirá ultrapassar o Facebook. Mas só não o é porque começou quando o seu principal concorrente estava na máxima força. Ao começar o seu negócio, tente perceber se os seus concorrentes estão no auge ou se já estão a enfraquecer.

Nota: Se os seus concorrentes estão em queda, tente perceber se isso é do mercado ou se é uma má gestão por parte deles. Se for do mercado, talvez não seja uma boa ideia você entrar nele.

O que vou necessitar?

Recentemente, o Paulo Faustino publicou um artigo em que falava em como criar um blog de sucesso com apenas 200 reais. Mas este valor significa que você tem o mínimo de condições para começar algo profissional. Menos que isso, talvez seja perder tempo. Portanto, apenas pense em arriscar quando tiver a certeza que tem o mínimo de material para começar a vender o seu produto ou dinheiro suficiente para criar um site de negócios.

Acha que é o momento certo?

Estas são apenas algumas das questões que deve fazer a você mesmo quando fica na dúvida se é, ou não, o momento certo para iniciar o seu negócio. É importante que tenha calma neste momento para não dar um passo em falso.

Novo usuário?

Comece aqui

e-book “SEJA MAIS PRODUTIVO”

Baixe o ebook “Pensamentos sobre marketing digital”

Preencha os seus dados abaixo e receba esse e outros materiais por e-mail.


BAIXE AGORA
O Ebook que vai ensinar você a criar imagens para redes sociais que geram curtidas, comentários e compartilhamentos!

close-link