Marketing Digital 23/05/2012

O que fazer no caso de receber uma proposta de trabalho a tempo inteiro?

Luciano Larrossa Publicado por Luciano Larrossa

Há pouco tempo, recebi uma proposta para voltar a trabalhar a tempo inteiro na minha antiga profissão: jornalista. Foi uma oferta inesperada, mas que acabou por fazer-me pensar se aceitaria ou não essa proposta. Depois de refletir sobre o assunto, pensei que talvez fosse interessante escrever um artigo para a Escola Freelancer, no qual explicaria todo o processo que, na minha opinião, deve ser realizado durante a análise de uma oferta como esta.

Afinal de contas, acredito que muitos freelas recebam propostas para regressarem ao seu trabalho a tempo inteiro ou mesmo vejam todos os dias anúncios tentadores. Tal como tudo no mundo dos negócios, cada caso é um caso, e deve ser analisado de forma precisa. Ou seja, existem um conjunto de questões e de hipóteses que deve colocar em cima da mesa antes de tomar uma decisão. Especialmente para quem está no início de carreira, compreendo que seja tentador dar logo o “sim” como resposta, visto que os rendimentos que consegue podem ser ainda muito reduzidos. No entanto, é sempre necessário pensar a longo prazo e ver até que ponto aceitar essa proposta deve ser benéfico para si.

ganhar dinheiro

ACALME-SE

Tomar decisões é um dos processos mais difíceis do ser humano. Escolher a estrada “A” em vez da “B” faz-nos pensar em tudo e que iremos ganhar, mas acima de tudo o que podemos perder no caso de uma decisão menos acertada. O meu primeiro conselho é que mantenha a calma e não dê a resposta nesse mesmo dia. Peça para tomar essa decisão dentro de dois ou três dias. Aceitar uma proposta apenas porque ela é tentadora a nível financeiro pode ser um tiro no pé para a sua carreira de freela. Vá para casa, pense no assunto, faça contas e só depois tome uma decisão. Com certeza dentro de alguns dias terá pensado em alguma situações que no momento não surgiram na sua mente.

Falando do meu caso, existiram alguns “contras” que apenas consegui visualizar apenas 24 horas depois. Isto acontece porque o nosso cérebro está tão empolgado com a oferta que acaba por esquecer que ao aceitar essa opção, também terá perdas para a sua vida, como a liberdade ou a possibilidade de gerar mais rendimentos. Outra dica bastante útil que lhe posso transmitir é a de falar com familiares ou amigos, pois essas pessoas mais próximas podem lembrar-se de coisas que você nem sequer teria pensado.

PENSE NO FUTURO

O passo seguinte a ter neste género de decisões é pensar no futuro. Imagine como estará daqui a três, quatro ou cinco anos e veja o que é que você está fazendo neste momento para construir isso. É que se você estiver apenas pensando na proposta que foi realizada e fazendo uma análise atual, com certeza aceitá-la será a melhor opção, pois você terá certeza que recebe esse dinheiro no final do mês. Contudo, é importante verificarmos que voltar a trabalhar para outras pessoas tem alguns pontos negativos. Se quiser recordar-se de algumas delas, aconselho que dê uma leitura no nosso artigo sobre as desvantagens de trabalhar para outras pessoas. Até poderá ser o caso de a empresa que fez a proposta ter bons valores e ser uma opção a longo prazo. Mas dificilmente poderá dar a liberdade e a motivação que envolve o trabalho de freela.

A reter: Penso no hoje, no amanhã e no futuro. Só assim poderá ter uma resposta mais sincera da sua parte e ver qual é a melhor opção para a sua carreira profissional.

FAÇA UMA ANÁLISE FINANCEIRA

Ao receber uma proposta, o salário que vão-lhe oferecer poderá ser tentador, mas tenha cuidado para não ver as coisas por esse prisma. A melhor forma de contabilizar se está ou não sendo bem pago é calcular o valor que irá receber à hora e faça a comparação do quanto recebe enquanto freela. Depois, terá de ter em consideração outros fatores como o quanto irá gastar em alimentação, deslocações ou quantos minutos (ou horas) você irá perder na deslocação ao trabalho. Se você vai ganhar mais dez reais por dia do que recebe atualmente como freela, talvez façam a diferença à primeira vista, mas subtraindo os outros pontos anteriores (alimentação e deslocações) pode não ser uma boa opção aceitar essa proposta. No final do mês, estará perdendo mais dinheiro que ganhando.

Como referi no artigo sobre como trabalhar em casa, a partir do momento em que comecei a trabalhar em casa poupo muito dinheiro em alimentação, me desloco pouco de carro e o meu tempo é aproveitado de uma forma eficaz. Não se esqueça, que ao aceitar um trabalho a tempo inteiro, terá sempre pessoas ao seu redor, que prejudicam a sua concentração. A nível de produtividade, é difícil encontrar melhor local para trabalhar do que em casa.

PESQUISE PELO HISTÓRICO DA EMPRESA

Antes de aceitar uma proposta deste gênero, você precisa de saber duas coisas. A primeira é o histórico da empresa no que toca ao relacionamento com os seus funcionários. Existem empresas boas para se trabalhar, onde você aprende e constrói uma boa rede de contatos, enquanto existem outras que são uma verdadeira perda de tempo na sua vida profissional. O outro ponto que você deve ter cuidado é se a empresa tem por norma manter os seus funcionários a longo prazo. Entrar num projeto para sair dele ao fim de dois ou três meses pode ser um momento muito negativo para a sua vida profissional, que pode demorar vários meses a ser recuperado.

Imaginemos que você resolve deixar o seu trabalho de freela e começar trabalhando na empresa. Com isso, deixa os seus clientes para trás e encerra praticamente a sua atividade. O problema surge no caso de você ser despedido ao fim de alguns meses e aí tem de recomeçar tudo de novo: angariação de clientes, criação de uma marca ou voltar a criar um produto de destaque. O problema é que na internet tudo acontece muito rápido. Ao ficar vários meses fora, esse pode ser o tempo suficiente para os seus concorrentes ficarem com alguns dos seus antigos clientes. E como você sabe, conquistar um cliente dá muito trabalho, mas para perdê-lo é apenas uma questão de minutos…

ENCONTRE SOLUÇÕES

Depois de vermos todos os pontos, chega o momento de encontrarmos uma solução para os nossos problemas. Apesar da análise ser realizada de uma forma ponderada, a decisão deve ser rápida, para que possa estruturar a sua vida o quanto antes. Vejamos as opções:

Aceitar: Isso pode significar que você terá de abandonar o seu negócio de freela. Pense se a longo prazo será a opção mais correta.

Recusar: Só o faça depois de uma longa análise, pois oportunidades como esta não surgem tão cedo. Analise principalmente os rendimentos que pode ter como freelancer a longo prazo.

Trabalhar em part-time: Esta, a meu ver, é das melhores opções, especialmente para alguém que está iniciando a sua carreira de freela. Tente saber até que ponto é possível conciliar esse novo trabalho com o seu trabalho de freelancer.

QUAL A MELHOR SOLUÇÃO?

Não existe, na verdade, uma situação milagrosa para este gênero de situações. Você precisa analisar a sua situação e ver qual a opção que melhor se encaixa na sua realidade. Não quero com este artigo demonstrar que jamais devemos abandonar o nosso negócio de freelancer, longe disso. Por vezes, existem situações em que compensa deixar o seu próprio negócio e voltar a ter um contrato. Muitos profissionais conceituados conseguiram cargos importantes em grandes empresas depois de deixarem a sua empresa. Portanto, este trabalho de freela até pode ser um trampolim para uma carreira profissional melhor, mesmo que por conta de outra pessoa.

A meu ver, a análise financeira e pessoal são preponderantes. Se é verdade que pode ficar ganhando um pouco mais se aceitar a proposta, também é verídico é que para muitas pessoas não existe preço que pague o fato de poderem trabalhar em casa, sem horários e com a oportunidade de melhorarem os seus próprios rendimentos. No meu caso, jamais me senti tão motivado ou tive a sensação que o meu conhecimento evoluísse de forma tão rápida como agora. E nesta situação, não há dinheiro no mundo que compense essa sensação.

E com o leitor, já por alguma ocasião uma empresa realizou uma proposta para deixar o seu emprego de freela? Qual foi a sua reação?

Abraço e até já

Novo usuário?

Comece aqui

e-book “SEJA MAIS PRODUTIVO”

Baixe o ebook “Pensamentos sobre marketing digital”

Preencha os seus dados abaixo e receba esse e outros materiais por e-mail.

BAIXE GRÁTIS O EBOOK "CHECKLIST PARA FACEBOOK"
Os primeiros passos com sua página no Facebook.

Checklist para facebook
close-link