Marketing Digital 30/08/2012

10 motivos porque ser Freelancer é uma profissão de futuro

Luciano Larrossa Publicado por Luciano Larrossa

Pensar em ser freelancer há alguns anos, tanto em Portugal como no Brasil, era algo estranho para a maioria das pessoas. Os próprios clientes tinham dificuldades em confiar em alguém que estava a vários quilómetros de distância e que ia fazer um trabalho por eles. A desconfiança de que essa pessoa poderia ficar vendo televisão em vez de trabalhar ou que iria entregar um trabalho fora de prazo, era enorme. Os tempos eram outros, as mentalidades também. No entanto, nos últimos anos, a evolução das novas tecnologias e o acesso cada mais fácil (e barato) à internet, tem levado a que os clientes/chefes comecem a mudar de opinião relativamente a isso. Hoje em dia, dizer que tem um trabalhador freelancer para a sua empresa é algo que os empreendedores aceitam facilmente. Alguns, até preferem esse género de contratação, tendo em conta os menores custos em termos de impostos que possam existir.

No entanto, a pergunta que fica no ar é a seguinte: será o freelancing um trabalho de futuro? A minha resposta a esta questão é completamente afirmativa. Não apenas porque escrevo sobre esse tema, o que me poderia tornar uma pessoa suspeita, mas sim porque acredito que nos próximos anos os trabalhadores serão cada vez mais independentes e capazes de manterem a organização no seu ambiente de trabalho sem precisar de outra pessoa dizendo o que eles têm de fazer. Além dos donos das empresas terem muito a ganhar com isso, os trabalhadores também podem ter bastantes benefícios com esta mudança de estilo de vida. Se você é daquelas pessoas que ainda tem dúvidas de que o freelancing pode ser claramente uma profissão de futuro, esteja atento às linhas seguintes.

1. APRENDIZAGEM CONSTANTE

Hoje em dia, devido à forma rápida como o mercado de trabalho está se movimentando, é necessário que você consiga se adaptar às constantes exigências. É certo que algumas empresas motivam os seus trabalhadores a renovarem os seus conhecimentos, mas também é verdade que grande parte delas não o faz. E com o passar do tempo, quem não estiver sempre estudando e tentando ser melhor, acabará ficando para trás. No entanto, na área do freelancing o estudo acaba por ser uma obrigação. Se não for você a querer fazê-lo por vontade própria, passado algum tempo um novo cliente vai surgir e pedir para você fazer uma coisa que ainda não aprendeu. E no mundo dos negócios, quem aprender mais e melhor estará um passo à frente.

Nota: Ser você a querer aprender por vontade própria é muito mais valioso do que ficar esperando que o cliente obrigue a essa mudança. Vá em frente, seja você mesmo a definir um plano de estudo.

2. NECESSIDADE DE UMA BOA GESTÃO FINANCEIRA

Grande parte das falências de empresas ou pessoais não acontecem porque existe pouco dinheiro, mas sim porque não sabem fazer uma gestão do capital. Numa entrevista ao Conrado Navarro, que podem ouvir aqui, este especialista na área financeira deu excelentes dicas para quem quiser começar a gerir o seu dinheiro de uma forma inteligente. A meu ver, um dos problemas da educação é o fato de não explicar como uma pessoa deve gerir as suas finanças. Por vezes você não precisa de ganhar muito, mas sim fazer uma gestão inteligente e eficaz. Tal como o David Camelô explicou, é necessário como empresário você saber tirar uma parte para você, outra para a sua poupança e a restante para investir. No seu trabalho de freelancer, você será naturalmente obrigado a fazer essa gestão. Caso contrário, terá grandes problemas desde os primeiros dias.

Nota: Se você acha que não tem capacidades para gerir o seu próprio dinheiro, aconselho que fale com algum colega que já esteja trabalhando como freelancer ou contrate um especialista. No entanto, a entrevista que fizemos ao Conrado Navarro está muito esclarecedora nesse ponto.

3. MAIOR PRODUTIVIDADE

Telefone tocando, colegas falando sobre o que aconteceu na noite de ontem ou pessoas entrando no escritório é algo bastante comum para quem trabalha numa empresa. Com isso, a sua produtividade cai drasticamente. Como freelancer, você tem oportunidade de trabalhar em casa, no silêncio do lar e sem qualquer interrupção. Claro, você pode ter sempre aquele clientes chato que fica o tempo todo mandando email ou aquela pessoa que fica enchendo o saco no Facebook. Mas nessas situações tudo depende de você: envie emails mais esclarecedores ou desligue o chat do Facebook. Simples.

Nota: O assunto da produtividade trabalhando em casa está cheio de mentiras espalhadas pela internet. As probabilidades de você ter uma elevada produtividade e conseguir tirar o melhor rendimento possível logo nos primeiros dias é muito reduzida. Demora tempo até você conseguir ter uma rotina, manter o seu ambiente de trabalho organizado ou encontrar formas de trabalhar mais rapidamente. Há pouco tempo, um estudo norte-americano revelou que grande parte das pessoas que trabalham em casa passam a maioria do tempo na frente da televisão. Independentemente da veracidade deste estudo, uma lição é importante de retirar de tudo isto: você é que decide o que fazer com o seu tempo.

4. MENOS BARREIRAS

Quem trabalhar numa empresa, certamente terá uma barreira muito grande: o espaço físico. Deixar de trabalhar numa cidade para ir fazê-lo em outra é algo muito complicado para quem tem um emprego comum. E isso torna-se uma limitação muito grave quando o assunto é desemprego e falta de oportunidade. Estar concorrendo para um mercado com poucas ofertas é realmente assustador. Pelo contrário, os freelancers têm uma vasta gama de possibilidades. Como freela português, você pode vender os seus serviços para o Brasil, Portugal ou outros países que falem a língua portuguesa com uma facilidade enorme.

Nota: As propostas estão aí, mas é necessário você estar atento. Concorra a sites de emprego para freelancer e esteja com o email aberto disposto a responder a novas vagas. Um dos conselhos que possa dar-lhe é o de tentar aprender outras línguas. Aprenda a falar (ou pelo menos escrever) inglês e espanhol. Poderão surgir daí imensas oportunidades.

5. MAIOR SEGURANÇA NOS PAGAMENTOS

Há algum tempo, trabalhar como freelancer era uma profissão de alto risco. Nem sempre os clientes pagavam, alguns atrasavam imenso ou outros pagavam menos do que o combinado. Isso era péssimo para o freela que necessitava de pagar uma casa e tem o seu orçamento pessoal. Felizmente, hoje em dia esse género de problemas já não surgem com tanta frequência. Como é óbvio, ainda é necessário você ter muito cuidado. Mas com a ajuda de plataformas de pagamento, essa segurança aumentou. O aparecimento das redes sociais também veio facilitar esse processo, visto que a imagem das empresas ficou exposta a todos e um problema no pagamento poderá ser complicado para elas.

Nota: Estude muito bem a empresa que procurar os seus serviços. Os pagamentos estão facilitados mas não estão garantidos. Ainda existem empresas que teimam em não pagar. Para precaver esse gênero de situações, aconselho que dê uma olhada neste nosso artigo sobre como lidar com os clientes que não pagam.

6. MAIOR NÚMERO DE APLICATIVOS

Controlar clientes, gerir tempo e gerir a faturação era uma confusão ao início. As folhas de Excel ajudavam, mas não eram suficientes. Hoje em dia, existem inúmeros aplicativos para freelancers que podem ajudá-lo em todas estas tarefas de uma forma diferenciada. Além disso, até pelo celular você pode controlar os seus clientes! O cloud computing também veio dar uma ajuda nessa parte, possibilitando que você utilize todas as suas informações em qualquer computador do mundo. A tendência é que estas plataformas sejam cada vez melhores, permitindo que você consiga ganhar tempo para fazer aquilo que realmente interessa: produzir.

Nota: Mais importante do que ter um grande número de aplicativos é escolher os corretos. Meia dúzia normalmente é suficiente para manter a produtividade e controlar os clientes.

7. SEM DEPENDÊNCIA

Ok, os menos otimistas poderão dizer que você está sempre dependente de um cliente e portanto continua a ser dependente. Mas não é essa a mensagem que quero transmitir. O que eu pretendo que você veja é que você depende de você mesmo para conseguir bons resultados. Numa empresa, você está dependente dos líderes: se eles conseguirem manter a empresa saudável financeiramente, você sobrevive. Se não, você é despedido.

Há muitos anos o meu pai me disse uma frase que jamais esquecerei: “Não existe nada mais inseguro do que estar dependente de uma empresa e esperar um salário ao final do mês”. Isso faz todo o sentido! Se essa empresa terminar, o seu emprego termina com ela. Já no caso dos freelas, você pode depender de vários clientes e estar sempre procurando novas formas de conseguir ganhar dinheiro. Este “instinto” que você adquire de estar sempre procurando por novas oportunidades pode ser a sua salvação para o seu equilíbrio financeiro.

Nota: A partir do momento em que você depende de você mesmo para conseguir receita, é necessário você ser proativo. Saia do sofá e comece já a procurar emprego. Crie as suas próprias oportunidades!

8. MAIOR EXIGÊNCIA

Ter pessoas exigentes à sua volta é positivo. Faz você evoluir e pensar em maiores metas. Depois, cabe a si responder de forma positiva a essa mesma exigência. Ficar a vida toda fazendo o mesmo é desmotivador e cansativo. Se antigamente as pessoas aceitavam isso facilmente, porque não conheciam outras realidade, hoje em dia, com a exposição social que todos vivemos, passamos a exigir um pouco mais de nós mesmos. E a exigência é boa, porque faz de nós pessoas mais realizadas a nível profissional.

Nota: Veja a exigência sempre como algo positivo. Quebre barreiras e continue evoluindo. Desfrute da sensação que é olhar para trás e verificar o quanto você cresceu.

9. LEGALIZAÇÃO MAIS FÁCIL

Atualmente, ser freelancer não é algo muito simples quando falamos em impostos. Eu entendo isso, mas também é verdade que essa realidade tem sido alterada de um tempo para cá. Cada vez mais, os Estados reconhecem os trabalhadores independentes e fornecem um maior número de benefícios. Se você duvida, fale com um profissional que trabalhe nessa área há uma década e pergunte para ele como era antigamente. Até para contratar um funcionário sendo empreendedor individual ficou mais fácil.

Nota: Apesar de estar mais fácil, ainda existem inúmeras leis que você necessita saber. Informe-se com um contabilista e saiba todos os seus direitos e deveres, mesmo antes de iniciar o seu próprio negócio.

10. LIBERDADE

O fato de você poder trabalhar em qualquer local é uma vantagem enorme, caso seja aproveitada da melhor maneira. A liberdade é algo que não tem preço. Quem já trabalhou num escritório e depois mudou para uma carreira de freela sabe do que estou falando. A sensação de não ter ninguém interrompendo e poder escolher o seu próprio espaço, é uma sensação maravilhosa. Com o aumento de números de locais com internet, essa mesma liberdade será um fator a ter em conta nos próximos anos.

Nota: Saiba lidar com a liberdade. Ela é sinônimo de maior responsabilidade e disciplina pessoal. Pratique-a e torne-se uma pessoa cada vez mais independente.

CONCLUSÃO/OPINIÃO

Trabalhar como freelancer não é fácil. Jamais, durante o artigo, essa mensagem foi transmitida. No entanto, é uma área cheia de oportunidades e com uma possibilidade elevada de conseguir sucesso. Exige trabalho? Certamente. Mas isso é o pilar de qualquer sucesso. Mas sem dúvida alguma que é uma área com futuro. Enquanto os jornais e as revistas estão perdendo mercado e esperando pelo seu desaparecimento, o freelancing está aí, disposto a encher o mercado de novos trabalhadores.

Cabe a si, enquanto profissional, saber aproveitar essas oportunidades. O trabalho de freela tem muitas vantagens, mas é necessário que elas sejam concretizadas em serviços e vendas para clientes. Mas pela primeira vez na história, você só depende de si. E essa é, sem dúvida alguma, uma oportunidade a ser aproveitada.

Abraço e até já!

Novo usuário?

Comece aqui

e-book “SEJA MAIS PRODUTIVO”

Baixe o ebook “Pensamentos sobre marketing digital”

Preencha os seus dados abaixo e receba esse e outros materiais por e-mail.

BAIXE GRÁTIS O EBOOK "PENSAMENTOS SOBRE MARKETING DIGITAL"
Este livro reúne 31 estratégias para você aplicar no seu negócio.

Pensamentos sobre marketing digital
close-link