Marketing Digital 28/11/2011

Os 10 maiores erros que os freelancers cometem no início de carreira

Luciano Larrossa Publicado por Luciano Larrossa

Quando começamos a trabalhar em qualquer área das nossas vidas, cometemos erros que apenas mais tarde nos apercebemos. Isso é algo normal, mas que deve ser evitado ao máximo, pois pode acabar em alguma semanas com uma carreira de freelancer que até poderia ser prometedora. Ouvir as pessoas mais experientes é uma excelente ajuda nestes casos, pois estas transmitem-nos experiências que podem ser determinantes num curto espaço de tempo. Mas isso apenas poderá funcionar como uma ajuda e nunca como a salvação integral para nos manter no mercado.

E como sabe, para subir um degrau temos de trabalhar muito, mas uma queda gigantesca acontece muito rapidamente. Já pensou porque motivo grande parte dos vencedores da Mega Sena não se tornam empresários de sucesso e multiplicam o dinheiro que ganharam?  Isto acontece porque o dinheiro surgiu na vida deles por acaso, mas como não tinham a experiência de o fazer crescer, acabam por perdê-lo muito rapidamente. O mesmo pode acontecer com você. Pode até ter todas as características para ser um bom freelancer, mas se não gere a sua carreira a pensar no longo prazo, dificilmente irá se manter no ativo por muito tempo.

Qual o segredo para gerir uma carreira que está no início?

Tal como tudo na vida, não existe apenas um segredo para conseguir ser uma pessoa de sucesso. Existem, de fato, vários pontos que, conjugados da maneira correta, levam uma pessoa a ser bem sucedida. E isso leva tempo, exige esforço, e muita disciplina pessoal. Para os principiantes no mundo do freelancing, estas são palavras que fogem muitas vezes à realidade, visto que alguns sites e blogs gostam de vender a ideia que ter o próprio negócio é algo que rende milhares de reais facilmente e que o sucesso acontece de um modo quase instantâneo. Isso é um mentira contada por quem realmente nunca trabalhou sozinho em casa e não sabe que o dia-a-dia é uma luta constante. Se está no início da sua carreira de freelancer, aconselho a leitura destes artigos:

A verdade é que todos cometemos erros. Ninguém é perfeito e falhar faz parte do processo de crescimento de qualquer empresário. Contudo, existem alguns que podem arruinar com a sua carreira, pois o freelancer vive mundo da sua reputação no mercado. As “referências” são algo essencial. Se está bem referenciado, os trabalhos aparecem com facilidade. Se algum dia teve o azar de se dar mal com um cliente, ele pode fazer com que passe sérias dificuldades para conseguir novos interessados no seu trabalho. Vejamos alguns pontos em você não pode efetivamente errar:

freelancer

1. Atraso na entrega de trabalhos

É das piores coisas que lhe podem acontecer. Quando tenho que perguntar a alguém por um freelancer, a primeira coisa que questiono é: “Ele costuma se atrasar com a entrega?”. Isto porque ninguém gosta de ficar esperando, especialmente se já gastou algum dinheiro com o projeto.

Como fazer: Se o cliente lhe pediu para entregar dentro de uma semana, faça o seu trabalho em cinco dias. Tente encaixar isso no seu fluxo habitual de trabalho, de modo a não comprometer prazos. Se vir que está impossível concluir no período planeado, tente negociar um segundo prazo de entrega, justificando de um modo correto o motivo por se ter atrasado.

2. Cobrar pouco pelo seu serviço

Não acredito que algum freelancer que queira viver a longo prazo dos seus próprios rendimentos consiga sobreviver sendo pago valores baixíssimos para fazer um trabalho. Se quiser algo rápido, como tratar um fotografia ou fazer um tweet, acredito que compense. Agora, escrever um bom texto ou realiza uma reportagem de qualidade são tarefas que exigem muitas horas de pesquisa e empenho, um trabalho que não pode ser pago apenas com dez reais.

Como fazer: Ao início, tente encontrar um equilíbrio entre a sua experiência, qualidade de trabalho e o preço que os seus concorrentes fazem. Aconselho a leitura do nosso artigo sobre como definir os preços do serviço de freelancer.

3. Começar o trabalho com pouca informação

Uma das coisas que me ensinaram inicialmente no jornalismo era o de não concluir as perguntas enquanto ainda tivesse alguma dúvida na minha cabeça. Quando desligasse o telefone ou parasse de falar com uma pessoa, teria de ter retirado todas as minhas dúvidas. Caso contrário, teria que fazer mais perguntas para ficar com todos os esclarecimentos. O mesmo você deve fazer no seu trabalho de freelancer: só comece um novo projeto quando perceber exatamente o que o cliente quer.

Como fazer: Seja incansável nas perguntas. Faça todas as questões até entender completamente o que o cliente quer, para que quer e o modo como quer. Se tiver com dificuldades, pesquisa na internet por exemplo. Com imagens, fica muito mais fácil de ele dizer o que pretende.

4. Escolher os clientes errados

Entendo que no início esteja a precisar de dinheiro e que qualquer cliente que apareça seja uma dádiva. Contudo, o desespero jamais deve ser uma forma de trabalhar enquanto freelancer. Isto porque um cliente insatisfeito pode aniquilar por completo o nosso dia de trabalho, prejudicando a sua motivação para trabalhar e a produtividade. Escolha clientes que lhe deem prazer trabalhar e que paguem consoante a qualidade do trabalho que é apresentado.

Como fazer: Antes de assinar o acordo para qualquer projeto, fale com um ou dois freelancers que trabalharam anteriormente com essa pessoa. Entenda que o cliente necessita de escolher o melhor freelancer para si, mas você também necessita de saber qual é o melhor cliente para trabalhar.

5. Ter um contato demasiado pessoal

Uma das coisas que tento sempre evitar é trabalhar com pessoas que tenha uma ligação muito próxima. Isto porque toda esta intimidade, pode ser prejudicial para o trabalho em si, pois ao mínimo conflito acaba por estragar as duas coisas: o relacionamento pessoal e o profissional. Por isso, opto preferencialmente por pessoas conhecidas mas que não tenha uma relação tão próxima.

Com os clientes, convêm que você consiga manter uma certa distância, tratando-o sempre de um modo cordial, mas que nunca ultrapasse os limites. Devemos ser amigos dos nossos clientes, mas amigos a ponto de os auxiliarmos na vertente profissional e pouco mais do que isso. Você pode até estar pensando que este contato pessoal é bom para o negócio, mas o cliente pode ver como uma falta de profissionalismo da sua parte.

Como fazer: Comece por tratá-lo de forma educada e aos poucos se for ganhando confiança, comece a falar com ele de um modo mais natural, mas sempre ultrapassar a barreira que distingue um conhecido de um amigo.

6. Desabafar com o cliente

Se a sua vida não está se desenvolvendo do modo como queria ou se não gostou do que o seu cliente lhe disse, mantenha a calma. Uma resposta incorreta a um email ou uma resposta um pouco mais “esquentada”, podem arruinar completamente com a sua reputação. Imagine que manda um email ofendendo o cliente e ele publica isso no Facebook dele? A sua reputação vai completamente para o ar!

Como fazer: Quando isso acontecer, conta até dez e relaxe. Fale desse seu problema com um amigo ou familiar. Isso alivia um pouco a sua frustração e não o prejudica no trabalho. Ao fim de algumas horas, e mais calmo, responda ao cliente com educação.

7. Não propor ideias

Com certeza, irá acontecer situações em que o cliente quer algum trabalho, mas não sabe definir bem o quê. Isso acontece principalmente com homens de negócios, que têm uma empresa e que querem construir um site. Afirmam que querem uma página na internet, mas não sabem realmente o quê. O fato de o cliente estar indeciso, pode muitas vezes levar à não concretização do negócio, uma situação que se deve evitar, especialmente no início de carreira.

Como fazer: Proponha você uma ideia. Dê-lhe exemplos e tente criar uma imagem do trabalho na cabeça do cliente, aumentando as suas probabilidades de fechar negócio.

rendimentos

8. Não ter várias fontes de renda

É certo que você deve começar sempre por um cliente, mas jamais deve focar-se apenas nele. Isto porque se ele diminuir o fluxo de trabalho por qualquer motivo, você não terá dinheiro para pagar as suas contas ou fazer novos investimentos. Lembre-se que por maior que seja a empresa, ela qualquer dia pode deixar de existir e a atual crise financeira está aí para nos provar isso mesmo.

Como fazer: Tente completar o seu trabalho de freelancer com outro projeto qualquer, seja uma loja online ou a criação de um blog. Irá lhe garantir melhor estabilidade financeira caso esse cliente principal falte.

9. Ter demasiadas folgas

Eu entendo que trabalhando em casa tenha muitas vezes aquela vontade de deitar no sofá ou ficar sentado vendo televisão. Acredite que não é o único a sentir essa vontade, pois todos somos humanos e essa tentação faz parte das nossas vidas. Isso acontece principalmente quando o nosso trabalho está indo bem e estamos conseguindo muitos clientes. Pensamos que a vida será sempre assim e por isso damos o privilégio de relaxar durante o horário de trabalho.

Como fazer: Existem várias dicas para evitar este tipo de situações. Confira algumas:

  • Defina um local de trabalho na sua casa longe de qualquer zona de relaxamento, como o sofá ou a cama
  • Vá trabalhar para um café ou cowork
  • Escolha uma hora para trabalhar e seja disciplinado ao ponto de não parar de trabalhar durante esse período
  • Procure por um amigo que também trabalhe como freelancer
  • Faça pausas regulares e descanse apenas nesses períodos

10. Perder a personalidade

Percebo que muitas vezes tenha que ceder enquanto freelancer. Afinal de contas, não é todos os dias que aparecem clientes novos e muitas vezes precisamos de deixar de parte algumas das nossas características para agradar a outras pessoas. Contudo, existem princípios que você jamais deve deixar de lado. São eles que formam a sua personalidade e fazem o que você é.

Como fazer: A melhor forma de manter a sua personalidade é ser sempre sincero com os seus clientes. Desse modo, eles sabem o que esperar de si. De pouco lhe vale tentar ser quem realmente não é, pois isso a longo prazo só irá confundir o cliente.

Quais erros já cometeu no início de sua carreira?

Começar alguma coisa é sempre sinônimo de erros e passos em falso. E isso continuará para o resto da sua vida, mas é no início que eles mais ocorrem. Com o artigo de hoje, deixei-lhe algumas dicas do que não deve fazer nos primeiros meses e como resolver esses problemas.

Novo usuário?

Comece aqui

e-book “SEJA MAIS PRODUTIVO”

Baixe o ebook “Pensamentos sobre marketing digital”

Preencha os seus dados abaixo e receba esse e outros materiais por e-mail.