Marketing Digital 10/07/2012

10 ideias de negócio que estão a fazer sucesso nas mídias sociais

Luciano Larrossa Publicado por Luciano Larrossa

Para termos sucesso no mundo dos negócios, precisamos de estar sempre atentos às novas tendências e tentarmos, de todas as formas, conseguir atrair mais clientes para a nossa empresa. Nos dias que correm, a utilização das redes sociais é determinante. Por esse mesmo motivo, hoje vou trazer-lhe dez ideias de negócio que têm trabalhado muito bem com trabalho muito com o Facebook, Twitter e Google Plus, acrescentando valor à sua marca e conseguindo alterar a forma como os clientes vêem estas mesmas empresas. Todas estas ideias de negócio são bastante inovadoras e demonstram que, utilizando a internet de um forma inteligente, poderemos “chamar a atenção” de um público cada vez mais exigente.

Já falei aqui várias vezes o quão importante é você saber utilizar as redes sociais de forma eficiente. No Facebook, por exemplo, é determinante você entender sobre EdgeRank de forma a conseguir que mais pessoas vejam as suas publicações. No Twitter, o Timely é determinante para quem pretende divulgar os posts do seu blog. No Google Plus, os Hangouts têm cada vez maior importância. Ser eficiente nas redes sociais é sinônimo de muito estudo e dedicação. Se você pretende que o seu negócio tenha sucesso nestas áreas, em primeiro lugar você deve reservar algumas horas da sua semana para estudar e saber a melhor forma de utilizá-las. Os exemplos de hoje demonstram que estes empresários souberam trabalhar bem o seu nicho e explorá-lo da melhor forma. Sempre afirmei aqui no site que não é necessário você ter uma página com muitos fãs ou um Twitter com muitos seguidores. O importante é mesmo você saber trabalhar essas pessoas da maneira correta. Para que se inspire, veja aqui os nossos dez casos de sucesso!

1. SHOEDAZZLE

Já falei nesta empresa no artigo onde dei a conhecer 15 ideias de negócios que ultrapassaram os 100 milhões de dólares no último ano. O sucesso desta empresa não tem sido ao acaso e ela continua a inovar, desta vez utilizando o Facebook. O ShoeDazzle utiliza um aplicativo para o Facebook, no qual permite que os seus fãs construírem o seu conjunto de sonho. O aplicativo faz várias questões (estilo de sapato, de vestido, que idade tem, etc) e depois você recebe, no seu email, uma dica indicando qual o melhor conjunto que funciona para você.

Com esta ideia, a empresa reduziu drasticamente aquela impossibilidade do cliente de ficar confuso, sem saber o que comprar. O fato de o site aconselhar o que essa pessoa deve comprar, também torna mais restrita a escolha do cliente. Ou fica com o que sugeriram ou..não fica. É simples. Além disso, ao utilizar o aplicativo, você passará automaticamente a seguir as atualizações da página.

É certo que estes aplicativos não são simples nem baratos de serem construídos, mas para quem tem uma e-commerce, esse investimento poderá ser rapidamente recompensado. Imagine que você vende raquetes de tênis. Bem, um aplicativo deste gênero poderia ser construído pedindo informações sobre o seu jogador favorito, a marca de raquetes que prefere ou o seu torneio favorito, indicando depois qual o melhor conjunto que o possível comprador poderia adquirir. Vai depende muito da sua imaginação.

2. VAT19

Além de utilizar o YouTube de uma forma bastante inteligente, aconselho que dêem uma vista de olhos neste site, que tem produtos bastantes interessantes. Uma das formas do Vat19 publicitar os seus produtos é através do video. Até aqui algo bastante comum. Contudo, esta empresa organiza os seus videos fazendo playlists no Youtube por categorias (produtos mais vendidos, produtos aconselhados pelos trabalhadores, produtos para casa, etc). Desta forma, ele facilita a vida do utilizador e aumenta a taxa de conversão. Aliada a tudo isto, a empresa tem uma qualidade de video fantástica e atualizações constantes, o que facilita o sucesso destas playlists. Esta é uma excelente forma de manter as suas visitas no seu canal do Youtube por muito mais tempo.

3. MYOUT

Estes site, que divulga concertos em Portugal, conta com um aplicativo que permite que você receba todas as atualizações dos seus grupos favoritos através do email. Suponhamos que o leitor é um grande fã de U2, Rihanna e The Killers. Quando alguma dessas bandas atuar em Portugal, você receberá um aviso, indicando quando e onde será o espetáculo. Além disso, no próprio site você terá uma agenda própria, na qual pode organizar as datas dos seus concertos e receber um aviso para saber quando esse show vai começar.

4. FREE PEOPLE

Tal como o nosso primeiro exemplo, a Free People também está a saber explorar muito bem o fato de trabalhar com o público feminino. Estudos confirmam que em grande parte dos países as mulheres são quem mais partilha informação no Facebook. Tendo por base esses dados, esta empresa criou um aplicativo que permite que você crie o seu próprio conjunto e depois partilhe-o nas redes sociais (Facebook, Twitter, GooglePlus e Pinterest) de forma personalizada. Essa atitude tem valido à empresa um crescente número de seguidores. Além disso, a marca também explora de forma eficaz o Tumblr, tendo um blog onde partilha as suas novas coleções. Esta política ajuda a que os seus utilizadores sintam que fazem parte da marca e que têm alguma autonomia para criar as suas próprias escolhas, algo que é muito mais rapidamente partilhado nas redes sociais do que se fosse um conjunto escolhido pelo site.

5. COCONUT BLISS

Este é um dos casos que as redes sociais ajudaram claramente a divulgar o negócio. A Coconut Bliss, passou a ser reconhecido pelas partilhas dos seus fãs no Facebook. Para isso, a empresa realizou concursos e promoveu fotos de utilizadores que enviassem imagens com eles a comerem alguns dos seus produtos. A adesão acabou por ser imensa e muitas das fotos acabaram por ser utilizadas na página principal do site. Outra das táticas utilizadas pela empresa foi a utilização de concursos, premiando com descontos que enviasse as fotografias mais originais.

6. ANA WHITE

Ana White resolveu aproveitar a sua profissão para criar um blog. Desde há três anos, ela partilha alguns conselhos de como criar mobiliário para a sua casa de forma inovadora, com tutoriais bastante interessantes. Mas o crescimento do seu aconteceu há apenas alguns meses, com o aparecimento do Facebook e com as contantes partilhas das pessoas que já acompanhavam o seu trabalho. Para incentivar o contato mais próximos com as pessoas que a acompanhavam, Ana White decidiu introduzir alguns tutoriais realizados pelos seus fãs, algo que ganhou maior escala com o Facebook. Nos dias de hoje, esta empresária quase nem precisa de atualizar o seu site: quase todos os artigos são provenientes de outras pessoas que apenas pretendem participar. Este é um excelente exemplo de que, interagindo com os seus fãs, você poderá conseguir que eles se sintam mais próximos do seu site e possam contribuir para ele.

7. ORABRUSH

Bob Wagstaff inventou um produto que, na sua cabeça, seria algo completamente inovador para a medicina dentária. Contudo, as vendas não surgiram e este dentista estava mesmo a ponderar desistir do negócio, quando decidiu dar uma oportunidade ao Youtube: investiu 500 dólares na edição de um video e divulgou-o nesta rede social. Os resultados foram extraordinários, com a gravação em três anos a chegar às 16 milhões de visualizações e contratos fechados com as distribuidoras norte-americanas Wal-Mart e CVS Pharmacies. A edição do video foi sem dúvida a chave do sucesso, cativando vários clientes nos primeiros segundos. Para melhorar ainda mais a sua performance, Bob Wagstaff passou a oferecer a sua “escova para o mau hálito” na primeira compra.

8. CARDBURY

Esta empresa de chocolates tem realizado bastante sucesso com os seus Hangouts no Google Plus. De tempos a tempos, a Cardbury convida alguns dos seus seguidores para realizarem uma transmissão ao vivo, durante a qual os donos da marca respondem a algumas questões ou ouvem os seus compradores sobre a sua opinião sobre os chocolates da empresa. Desta forma, a Cardbury cria uma ligação mais próxima com os seus clientes e consegue um feedback mais direto, evitando que gaste dinheiro em campanhas de recolha de opinião, por exemplo.

9. CHEF HANGOUT

O fato de o Google Plus estar a ser cada vez mais utilizado nos Estados Unidos, muitas empresas têm tirado partido disso mesmo e algumas já começam a ganhar bom dinheiro com essa nova rede social. O exemplo mais flagrante disso mesmo é o Chef Hangout. Neste site, os alunos pagam um valor por aula para poderem assistir às explicações dos professores, que explicam em direto como fazer determinado prato. A principal vantagem é que os alunos também têm as suas cameras ligadas e podem ser corrigidos pelo professor ao vivo. A utilização do Hangout para este tipo de negócios é um passo à frente, visto que estas transmissões permitem que os alunos também possam mostrar ao “chef” o que estão fazendo, tornando mais rápida a curva de aprendizagem. Outro dos pontos positivos desta transmissão é o fato de ficar gravada, ajudando a que os alunos possam rever a matéria mesmo depois da aula.

10. SETH DAVID

Todas as sextas-feiras pelas oito da manhã, Seth David organiza um Hangout no qual vários participantes conversam sobre empreendedorismo, gestão de contas ou como lidar com os seus empregados. Este norte-americano revelou que iniciou estas transmissões porque sentia-se “demasiado sozinho durante as sexta-feiras de manhã” e então por isso decidiu juntar vários especialistas na área e bater um papo durante mais de um hora, uma vez por semana. Esta transmissão tornou-se bastante divulgada porque muitos empresários contam as suas experiências e as mesmo tempo divulgam os seus produtos.

Como pôde ver, as redes sociais podem ser exploradas de formas completamente diferentes. Enquanto alguns usam o Youtube para divulgar os seus produtos, outros procuram que os seus compradores escolham prontamente o que vão vestir. Tudo depende da sua imaginação e da forma como você poderá explorar o seu nicho de mercado. Lembre-se: use a sua imaginação e faça crescer o seu negócio!

Abraço

Novo usuário?

Comece aqui

e-book “SEJA MAIS PRODUTIVO”

Baixe o ebook “Pensamentos sobre marketing digital”

Preencha os seus dados abaixo e receba esse e outros materiais por e-mail.