Facebook para iniciantes 12/01/2018

Facebook vai focar mais nas pessoas e menos nas páginas: o que isso significa?

Luciano Larrossa Publicado por Luciano Larrossa

Mark Zuckerberg, dono do Facebook, anunciou ontem que, durante os próximos meses, a rede social vai dar mais prioridade aos conteúdos compartilhados por pessoas e grupos e menor alcance (menos ainda?) a publicações de páginas e marcas. Tal como seria de se esperar, o alvoroço foi geral: donos de páginas ficaram alarmados com o anúncio.

Mas o que isso significa na prática? O qual o motivo do Facebook estar fazendo isso? Vamos debater alguns destes pontos abaixo.

Qual o motivo de tudo isto?

Segundo a publicação de Zuckerberg, o que acontece neste momento no Facebook é que as pessoas acabam até ficando mais tempo na rede social, mas ficam mais tempo consumido conteúdos de entretenimento e notícias. E, segundo ele, isso vai contra os princípios que criaram esta rede social, que era o de unir familiares e amigos. Além disso, Mark alerta também que isto acaba deixando os seus usuários, apesar de mais entretidos, ficando mais isolados do mundo e ele diz que isso não é bom para a comunidade em geral.

Algumas dicas para as páginas

Apesar da “má notícia” para as páginas, o post de Mark deixa algumas dicas para o negócios. Ele diz que os posts que continuarão tendo mais alcance são aqueles que gerem “interação entre as pessoas”. Além disso, ele falou também das transmissões ao vivo: “vimos que as pessoas interagem muito mais nas transmissões ao vivo do que nos vídeos”. Por isso, fica a dica para você que gere uma Fan Page: Aposte mais em posts que gerem interação e em Lives daqui para a frente.

facebook mudanças

Devemos ficar alarmados?

Para quem trabalha com Facebook desde 2012, como eu, estas modificações acabam sendo mais do mesmo. Já vimos vários anúncios de queda de alcance, combate às fake news, modificações de regras nos anúncios, etc. Sinceramente, esta modificação é algo que nós já devíamos esperar e não vejo ela como um problema muito grande. O anúncio de testes de um segundo feed, por exemplo, deixou-me bem mais assustado do que esta.

Temos que pensar que se o Facebook melhorar a experiência do usuário e eles ficarem mais satisfeitos na rede social, isso será melhor para nós, especialmente para quem trabalha bastante com Facebook Ads.

É a mesma conversa de sempre: dê valor à sua comunidade e eles continuarão acompanhando você, não importa as modificações que sejam feitas.

Como você pode se adaptar a isto?

Existem algumas coisas que você pode fazer para proteger o seu negócio desta e de outras modificações que certamente acontecerão no futuro:

  • Aprenda sobre Facebook Ads: Já venho batendo neste ponto desde 2013 e muitas pessoas continuam vendo os anúncios de Facebook como uma despesa ao invés de um investimento. Os anúncios são a fonte número 1 de receita da rede social e nessa eles não mexem tanto. Afinal de contas, se menos pessoas anunciarem, menos dinheiro eles ganham. Então por que razão você continua apostando em algo que muda tanto (conteúdo não pago) ao invés de apostar e aprender algo que é mais regular (anúncios)? O ano está começando, faça as suas escolhas 😉
  • Peça para as pessoas adicionarem o ver primeiro: Em outubro de 2016 publiquei este vídeo na minha Fan Page, convidando todas as pessoas a clicarem para verem meu conteúdo primeiro. Desde então, ele está lá fixado no topo e muitas pessoas colocaram minha página como Ver Primeiro. Esta é uma forma de me proteger – por enquanto – contra estas modificações. Por isso, recomendo que você faça isso também: peça para seus fãs clicarem em Ver Primeiro os seus posts.
  • Os chatbots estão ai: Sabe onde não existe queda de alcance? Nos chatbots. Você faz um disparo de mensagens e todas as pessoas que interagiram como seu messenger recebem o seu conteúdo. Por isso, talvez este seja o momento certo de começar a usar a aprender sobre Chatbots e pode começar com o meu curso clicando aqui.
  • Faça Lives: Mark Zuckerberg foi bem claro: ele quer interação! E o formato de conteúdo que mais gera interação é o de transmissões ao vivo. Por isso, comece também a aproveitar essa oportunidade e confira este treinamento sobre Lives.

Mas, acima de tudo, não se assuste. É necessário ter jogo de cintura para trabalhar com redes sociais e estas modificações só vão diferenciando quem realmente entende de criação de conteúdo de quem não entende. Bola para a frente 🙂

Novo usuário?

Comece aqui

e-book “SEJA MAIS PRODUTIVO”

Baixe o ebook “Pensamentos sobre marketing digital”

Preencha os seus dados abaixo e receba esse e outros materiais por e-mail.


BAIXE AGORA
O Ebook que vai ensinar você a criar imagens para redes sociais que geram curtidas, comentários e compartilhamentos!

close-link