Marketing Digital 26/03/2015

Email marketing para iniciantes: 10 estratégias que deve seguir

Luciano Larrossa Publicado por Luciano Larrossa

Se você não está a utilizar o email marketing no seu negócio, muito provavelmente está deixando de ganhar algumas centenas (ou até milhares) de reais todos os meses. O email é uma das estratégias mais antigas de vendas e apesar do crescimento das mídias sociais, ele continua sendo extremamente eficaz. E isso independentemente de você vender produtos ou serviços: os disparos de emails funcionam!

Mas se você nunca usou email marketing no seu negócio, então você está no artigo certo. Ao longo dos últimos anos, tenho utilizado várias estratégias de email tanto para vender os meus ebooks como para vender o curso Facebook para Negócios e a rentabilidade tem sido extremamente elevada.

Ao longo deste texto, vou compartilhar com você algumas das estratégias de email marketing para quem está começando. Tenho a certeza que, se seguir estes conselhos, a sua primeira experiência com envios de email marketing será bem mais positiva. Vamos lá!

1. Qual o seu objetivo com o email marketing?

Antes de pensar em enviar o seu primeiro email, você tem que definir claramente aquilo que quer fazer com as suas campanhas de email marketing. Por norma, existem 3 objetivos que você pode ter com o disparo de emails:

  • Gerar relacionamento: Você pode capturar emails com o intuito de relembrar aos seus subscritores que a sua empresa existe. Quando o objetivo é este, compartilhar conteúdos do blog da empresa ou contar casos de sucesso de clientes podem ser algumas das estratégias adotadas.
  • Gerar vendas: Aqui a sua estratégia passa a ser mais agressiva. O seu objetivo principal com o email marketing é vender! Se optar por esta opção, não se sinta mal por isso! Afinal de contas, o disparo de emails tem um custo e esse custo tem que ser suportado…com vendas!
  • Vender produtos de terceiros: Utilizar os seus emails para (re)vender produtos de outras pessoas é uma estratégia igualmente interessante. Porém, tenha muito cuidado com os produtos que promove. Sair por ai promovendo qualquer tipo de produto pode “queimar” a sua lista.

O meu conselho é que você utilize pelo menos 2 destas 3 estratégias em simultâneo. Na Escola Freelancer, por exemplo, o meu foco é gerar relacionamento e gerar vendas. Por isso, eu acabo por disparar emails de conteúdo e emails de vendas de forma alternada.

Obviamente, com o tempo você pode ir adaptando a sua estratégia, mas para já reflita um pouco sobre qual o seu principal objetivo com o email marketing.

2. Sim: no email marketing o tamanho é importante…

Antes que fique frustrado com os seus primeiros disparos de emails, deixa eu avisar você de uma coisa: o tamanho da sua lista é importante. Não espere realizar muitas vendas se você tiver uma lista com apenas 100 ou 200 emails. Não existe um padrão mínimo para o tamanho da sua lista, mas pela minha experiência, posso dizer que a sua estratégia de email marketing só vai gerar uma boa quantidade de vendas, quando ela tiver, pelo menos, alguns milhares de emails…

3. …mas não é tudo!

Apesar do tamanho ser importante, ele não é a sua única métrica de sucesso. Não adianta você ter uma lista com dezenas de milhares de email se:

  • Eles não gostam do conteúdo que você compartilha
  • Eles não estão interessados na sua área de negócio
  • Eles não gostam da quantidade de emails que você dispara

Então, o meu conselho é que além de se focar no crescimento da sua lista de emails, se preocupe também no relacionamento que você vai ter com eles. Lembre-se que o email é uma forma de comunicação, não uma forma de você impingir os seus produtos/serviços.

4. Não force a entrada de pessoas na sua lista

É importante que os usuários entrem na sua lista de emails de forma natural. Por esse motivo, comprar bases de emails é uma estratégia que não aconselho. E existem várias formas de você capturar emails com a permissão do usuários. Confira algumas delas:

  • Crie um ebook gratuito e ofereça ele aos seus subscritores. Ao utilizar esta estratégia, lembre-se de oferecer um material de qualidade aos seus leitores
  • Os famosos Mini-Cursos (com várias vídeoaulas) também podem ser outra opção interessante
  • As ofertas de cupons de desconto em troca da subscrição são outro tipo de estratégia que gera algum resultado, principalmente em e-commerces

Na Escola Freelancer, nós temos 3 estratégias para capturar emails, que são uma box que fica à direita dos artigos:

Subscrição-para-email-marketing1

Outra quando o usuário clica para ver algo, que abre a janela para o nosso curso FanPage Hero:

Subscrição-para-email-marketing2

E ainda outra quando usuário vai sair do site:

Subscrição para email marketing3

Desta forma, garantimos que dezenas de emails entram diariamente na nossa base de dados.

5. Encontre uma boa ferramenta de disparo de emails

Muitas pessoas me perguntam que ferramentas para disparos de email devem utilizar. Eu por norma recomendo duas:

“Mas Luciano, não existem outras ferramentas mais baratas?”

Bom, elas até existem, no entanto elas não garantem uma taxa de entrega tão elevada como as 2 ferramentas que mencionei nas linhas anteriores. Pense comigo: será que vale a pena você poupar algumas dezenas de reais e depois não ter os seus emails entregues? Além disso, essa diferença de preços muitas vezes é compensada com algumas vendas de um único disparo…

6. O título do seu email representa 50% do seu sucesso

No email marketing, existe uma regra muito simples: você só vai vender ou entregar o seu conteúdo, se a pessoa abrir o email. Por isso, a escolha do título do seu email é extremamente importante. Antes de enviar um email, por norma demoro entre 15 a 30 minutos para escolher o título do meu email.

Aqui vão algumas dicas na hora de escolher o seu próximo título.

  • Resuma ao máximo o que quer transmitir: O usuário tem um espaço limitado na sua caixa de email para ler o seu título. Se o título for demasiado extenso, o mais certo é que ele veja apenas as primeiras palavras
  • Desperte a curiosidade: Você quer que ele abra o seu email? Então desperte a curiosidade do leitor durante o título. Frases incompletas ou perguntas normalmente geram bons resultados
  • Seja pessoal: Lembre-se que o email é algo muito pessoal e o título também deve seguir essa linha. Opte por ser um pouco mais informal nos títulos dos seus emails
  • Listas funcionam bem: Se tiver um artigo no seu blog com alguma compilação de dicas ou estratégias (10 dicas para, 15 conselhos sobre como, etc) utilize esse títulos nos disparos de emails. Costumam funcionar muito bem

7. Segmente

As ferramentas de email marketing permitem que você segmente os seus disparos de emails e eu aconselho que você use e abuse dessas opções. Confira algumas segmentações que você pode fazer:

  • Enviar um email para quem não abriu o email anterior
  • Enviar um email para quem não abriu um determinado número de emails
  • Enviar um email para quem não clicou no último email
  • Enviar um email para quem já terminou a sua sequência de autoresponders

E muito, muito mais! No exemplo abaixo, confira um email que eu enviei para quem não clicou no meu último email do curso Facebook para Negócios:

personalização-da-mensagem-de-email

Viu como eu segmentei o título e o início do email, tendo como base a ação do usuário?

8. Escolha bem a estrutura do email

Um dos maiores erros no disparo de emails é a má estrutura do corpo de email. Lembre-se que você deve deixar bem claro para o usuário a ação que ele deve ter. Quer que a ação do leitor seja clicar no link que você deixou no email? Deixe isso bem nítido para ele. O seu objetivo é que ele responda ao seu email? Garanta que ele sabe que é para fazer isso.

Confira outro exemplo da Escola Freelancer, onde o meu objetivo era enviar pessoas para o meu site. Ele foi utilizado para gerar visitas para o meu artigo com 15 aplicativos para gerenciar várias contas de mídias sociais.

exemplo de email1

Repare como eu tinha 2 chamadas para a ação: a primeira eu inseri o link por cima do texto “15 aplicativos para gerenciar várias contas…” e o segundo criei a frase “Clique aqui para ler o artigo”. Qual você acha que teve mais cliques? Confira os resultados:

Resultados do email marketing

Pois é: a segunda opção de clique gerou 75% dos cliques no artigo! Isto é uma clara demonstração que o usuário comum não conseguiu entender que no primeiro parágrafo estava lá um link. Foi preciso eu deixar bem específico para ele indicando “Clique aqui para”.

Por isso lembre-se: uma boa estrutura de email pode ser o segredo para você alcançar o seu objetivo.

9. As ações dos usuários são importantes

Outro pormenor que você deve ter cuidado são as ações dos usuários. Não sei se você sabe, mas nem todos os emails chegam à sua lista…Alguns não são entregues porque a pasta do usuário não tem mais espaço enquanto outros vão parar ao SPAM e ai as chances do seu email ser lido diminuem drasticamente…

A questão é: qual o motivo para o seu email ir até à caixa de entrada em alguns usuários, enquanto que em outros, o email vai diretamente para o SPAM? A resposta está nas ações do usuário. Deixa eu dar um exemplo:

  • Se um usuário normalmente abre os seus emails, responde aos seus emails ou clica nos seus links, isso significa que ele tem um bom relacionamento com você, logo, as chances do seu email ir para a caixa de SPAM diminuem
  • Por outro lado, se o usuário não abre os seus emails, ele está dando um sinal aos servidores de emails que você não é relevante e, logicamente, as suas chances de ir parar ao SPAM aumentam

Deu para entender o porquê do relacionamento ser tão importante? Quanto mais ações cada usuário fizer, mais os seus emails são entregues.

10. Não tenha medo das remoções

Outro hábito que você deve adquirir é o de não ter medo que as pessoas saiam da sua lista de email. Se o subscritor desistiu de receber os seus emails, não se preocupe, pois isso é algo natural. Obviamente, essa taxa de remoção não deve ser demasiado elevada, caso contrário isso poderá ser um sinal de que os conteúdos dos seus emails não estão sendo relevantes e/ou você está mandando demasiados emails num curto espaço de tempo.

Infelizmente não existe uma estatística que diga que a partir de x’s por cento de remoções você deve se preocupar. Tudo vai depender da sua área de negócio e dos seus objetivos. Em momentos que estiver enviando mais emails de vendas, é normal que essa taxa aumente, por exemplo.

Conclusão

Espero que, com estas 10 dicas, você já consiga ter uma boa ideia do que deve fazer quando começar a trabalhar as suas campanhas de email marketing. E agora me conte:

  • Você já utilizou o email marketing no seu negócio?
  • Como foram os seus resultados?

Abraço,

Luciano Larrossa

Novo usuário?

Comece aqui

e-book “SEJA MAIS PRODUTIVO”

Baixe o ebook “Pensamentos sobre marketing digital”

Preencha os seus dados abaixo e receba esse e outros materiais por e-mail.