Marketing Digital 11/03/2013

Dicas para o tradutor freelancer destacar-se dos seus concorrentes

Luciano Larrossa Publicado por Luciano Larrossa

Foi-se o tempo em que o mercado aceitava qualquer profissional, sem sequer investigar como foi a sua formação ou se a mesma era real. No máximo, exigia-se algo que comprovasse alguma experiência anterior, e pronto… já estava contratado! Naquela época – estamos falando de um período que predominou até as últimas décadas do século passado -, o empirismo era dominante e a informação girava em torno de círculos pequenos, principalmente os de índole intelectual – como é o caso da tradução – nas universidades, nas escolas de idiomas ou, até mesmo, entre os cidadãos com nível cultural e econômico superior à maior parcela da população.

Mas para a nossa sorte os tempos mudaram. A Internet escancarou portas antes restritas a estes pequenos grupos, e ampliou o campo de visão do mercado, expondo talentos e qualidades até então limitados pelas barreiras tecnológicas e pelas faltas de oportunidade. Agora, uma simples pesquisa em algum site de buscas revela fontes de informações preciosíssimas. No caso do tradutor freelancer podemos facilmente encontrar: dicionários, literatura, softwares especializados em tradução e tradutores automáticos. Além de tudo isso, não é difícil achar os contatos de experts do assunto, sites de associações, eventos, blogs e comunidades virtuais específicas para tradutores.

Nota: Se você está procurando por mais textos sobre tradução freelancer, aconselhamos a leitura destes artigos:

Já ouvi e li muita gente criticando a forte concorrência gerada pela inserção de muitos profissionais formais ou não, na área da tradução. Os preços desleais praticados por alguns deles e a falta de formação de outros, também são fatores presentes em muitos sites de discussões. Mas fazer o que? Isto é o mercado e nada podemos fazer para mudá-lo! Devemos aprender a lidar com a concorrência, com os preços, com os iniciantes, com as grandes agências de tradução, etc., da melhor forma possível e conquistar o nosso espaço ao sol.

APOSTE NO DIFERENCIAL ENQUANTO TRADUTOR FREELANCER

No fundo, a nossa preocupação enquanto profissionais não pode resumir-se apenas a estes assuntos, que são repetidamente discutidos nestas listas de discussões. Mas, sim, em agregar valor com uma ótima prestação de serviço, gerando satisfação para o cliente e uma excelente reputação para nós. Isto é, devemos ter a habilidade para desenvolver o nosso marketing pessoal. Pois assim, de certa forma, estaremos blindados diante das ameaças, e abertos às oportunidades que o mercado oferece.

Atualmente, fala-se muito sobre o “diferencial”. Este, definitivamente, é o fator que permitirá ao tradutor trabalhar melhor, prestar um serviço melhor, cobrar melhor, enfim… ser melhor. O diferencial, apesar de que sempre o mencionamos no singular, não pode ser considerado como o resultado de uma única ação, mas sim de um conjunto de atribuições, práticas profissionais, desempenho e resultados que apresentamos. Vamos analisar agora alguns pontos que podem resultar em diferencial para o tradutor do século 21:

FORMAÇÃO CONTÍNUA

O fato de dominar perfeitamente um idioma hoje não garante que o será para sempre. Por ser um fator social, frequentemente, os idiomas passam por várias transformações, algumas muito bruscas. Como exemplo podemos citar o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa (AOLP) que entrou em vigência há pouco tempo.

Este novo acordo é mais uma tentativa universalizar e utilizar o português de uma forma mais equitativa nos nove países/territórios, em cujos é o idioma oficial. Por isto, o tradutor proativo participa constantemente em cursos de atualização e capacitação e em palestras e eventos relacionados ao seu trabalho. Desta forma, poderá oferecer o diferencial que o mercado procura e, assim, ao invés de sair por aí procurando trabalho, o trabalho é que vai começar a procurá-lo.

vencer concorrentes na tradução

Muitas faculdades já oferecem cursos específicos para tradutores. Mesmo que não sejam essenciais para o exercício da profissão, com certeza terão um grande peso em algum processo seletivo para um projeto de grande porte que eventualmente seja disponibilizado.

DOMINAR A TECNOLOGIA

Eu nunca gostei da ideia de atribuir mais importância às máquinas de às pessoas nos processos de tradução. E, ainda que os softwares de tradução automática e de memórias de tradução estejam cada vez mais sofisticados, acredito que o papel do tradutor continuará sendo mais relevante para traduzir fielmente um texto, um vídeo, um livro ou um documento. As empresas que zelam a qualidade devem ter o tino para reconhecer isto.

No entanto, é inegável que uma tradução feita na ponta do lápis ou na folha do Word, em alguns casos, já não é tão viável assim. Principalmente, se considerarmos os prazos cada vez mais apertados e a concorrência cada vez mais acirrada: se você não for rápido o suficiente e não oferecer as vantagens da eficácia e da eficiência, sempre haverá alguém disposto a fazê-lo.

Neste caso, as ferramentes CATs ajudam, e muito!, nos seguintes pontos:

  • Consultas à base de dados de terminologias: Nos permite inserir no texto o resultado de uma consulta.
  • Segmentação dos textos a serem traduzidos: Ajuda para não perdermos o “fio da meada”, quando o texto for muito longo.
  • Memórias de tradução: Que salva as unidades da tradução em uma base de dados, para que possam ser reutilizados no próprio texto ou em outro qualquer.

Estas são, talvez, as principais funcionalidades das CATs, mas existem muitas outras que você pode encontrar diretamente nos sites oficiais destas ferramentas.

Podemos enumerar, também, algumas vantagens de peso para que o tradutor freelancer se atualize continuamente, como:

  • Maior qualidade na execução do serviço
  • Possibilidade de cobrar mais pelo serviços prestados
  • Otimização do tempo
  • Diferencial diante da concorrência
  • Garantir a permanência no mercado por mais tempo
  • Credibilidade
  • Boa reputação
tradução freelancer

GESTÃO DE TEMPO E RECURSOS

Este é outro ponto fundamentalmente importante para o tradutor, já que, na maioria das vezes, seu trabalho é contado por tempo ou por palavras, às vezes, pelos dois simultaneamente.

Há um risco que todo profissional que trabalha na frente de um computador, incluindo o tradutor freela, corre diariamente: podemos facilmente desperdiçar várias horas nas Redes Sociais, nos sites de notícias, revisando e-mails infindáveis, etc. Por isso, é fundamental que o tradutor seja também um administrador do seu tempo. Há excelentes cursos online que ensinam a gerenciar o tempo e mostram práticas e métodos para evitar desperdícios de recursos.

A principal vantagem de saber administrar o que você tem em mãos é a de poder entregar o projeto em um tempo menor e, até mesmo, antes do previsto. Imagine a cara do seu cliente, se você ligar 10 dias antes do previsto para o término da tradução, dizendo que já concluiu o projeto e que já está enviando o resultado para ele. Isto é diferencial!

Dica de artigo: As maiores dificuldades na gestão de tempo e como superá-las

MARKETING PESSOAL

Outro fator relevante para o tradutor profissional é o seu marketing pessoal.

  • Visual adequado: Apresentar-se adequadamente ao cliente, na entrevista ou numa conversa formal é fundamental.
  • Manter postura ética: Ser justo consigo mesmo, com os clientes e com os colegas de profissão é fundamental para criar parcerias e se posicionar com alguém em quem se pode confiar.
  • Montar networking de qualidade: Procure que os seus contatos profissionais sejam realmente relevantes. Associe-se com tradutores que complementem o seu leque de idiomas, por exemplo: se o seu forte é o Inglês, faça uma parceria com um tradutor de espanhol, de alemão, de francês, de italiano e assim por diante. Desta forma, você estará pronto para atender a todas as necessidades dos clientes que chegarem até você, além de possivelmente receber a indicação de um dos seus parceiros, que não dominam o idioma que você domina.

Dica de artigo: 8 estratégias para criar um plano de marketing

APRESENTAÇÃO IMPECÁVEL

Há várias formas de você se apresentar ao mundo. Pode ser através de um site, de um perfil nas redes sociais, por e-mail, cartão de visitas, portfólio ou até mesmo com uma apresentação em Power Point. Muitos profissionais se preocupam em demasia por encontrar o meio mais eficiente de divulgação, mas, muitas vezes esquecem-se da qualidade da mesma. Eu mesmo já li e-mails encantadoramente bem escritos e bem elaborados. Por outro lado, também já vi sites horríveis e mal feitos.

Não importa o meio pelo qual faça o seu contato com os clientes. O mais importante é que seja excelente. Se não tiver recursos para ter um ótimo site, mas sabe fazer uma ótima apresentação em Power Point, esqueça a ideia do site e envie sua apresentação por e-mail.

Em conclusão, ter ou ser um diferencial não é tão complicado e nem tão caro assim. Só será preciso muita dedicação, foco, proatividade e força de vontade para conquistá-lo. O restante, incluindo os lucros, é mera consequência.

Novo usuário?

Comece aqui

e-book “SEJA MAIS PRODUTIVO”

Baixe o ebook “Pensamentos sobre marketing digital”

Preencha os seus dados abaixo e receba esse e outros materiais por e-mail.


BAIXE AGORA
O Ebook que vai ensinar você a criar imagens poderosas para anúncios pagos nas redes sociais!

close-link