Marketing Digital 20/04/2011

9 dicas para o seu trabalho aparecer nas mídias gratuitamente

Luciano Larrossa Publicado por Luciano Larrossa

As pessoas prestam cada vez mais atenção à internet. Isso é um fato. E com isso, o foco das pessoas para os meios de comunicação social como os jornais ou a rádio tem caída, certo? Errado! Apesar de vermos notícias de que as vendas do número de jornais ou revistas ter caído nos últimos anos,  as pessoas consomem cada vez mais informação. O problema é que agora não é apenas de um modo pago. A internet trouxe a informação gratuita, com a qual os meios de comunicação mais tradicionais se adaptam cada vez melhor. Devido a isso, estas vias ainda continuam a ser uma excelente forma de divulgar o seu trabalho como freelancer, mesmo que opere apenas através da internet.

Dou-lhe um exemplo. Eu conheci o Paulo Faustino através de uma notícia num jornal local. Com isso, comecei a seguir o blog dele e alguns anos depois nasceu o Escola Freelancer. Tudo isto porque ele divulgou o seu trabalho através dos meios de comunicação social mais antigos. Ao contrário do que possa pensar, estes meios ainda são bastante credíveis e gozam de uma popularidade bastante elevada, não devendo deste modo ser descartados. Confira algumas vantagens:

 

  • Credibilidade: Apesar de todos os escândalos a que os jornalistas estão envolvidos, os jornais, a rádio e a televisão ainda continuam a ser meios bastantes credíveis, no qual as pessoas confiam a informação que está lá, ao contrário do que acontece na internet, onde qualquer um pode escrever onde quiser, bastando para isso criar um blog, o que torna mais difícil acreditar no que está escrito
  • Visibilidade: Os meios de comunicação são acompanhados por milhares de pessoas. São vistos e revistos e aparecem em vários formatos (vídeos, texto e áudio). As pessoas podem acompanhar grande parte da informação através da internet, mas ainda procuram pelos meios tradicionais
  • Garantia de retorno: Ao promover o seu trabalho nestas publicações, tem a garantia de retorno pois sabe que será visto. Se isso se reflete em trabalhos conseguidos ou não, já é outra história. Mas pelo menos é visto e ganha credibilidade.
  • Várias faixas etárias: A internet, apesar de ter evoluído nos últimos anos, ainda é um meio para pessoas jovens. Se dar a conhecer o seu trabalho em jornais, por exemplo, atinge todas as faixas etárias. Os mais velhos acompanham pela edição em papel, enquanto os mais novos veem em modo online.
  • Reconhecimento:Não lhe garante dinheiro é certo. Mas é sempre motivador para quem trabalha ser reconhecido. Principalmente se tivermos em conta que os jornais são meio onde qualquer pessoas ou familiar pode conhecer o seu trabalho

Para que possa aparecer nos meios de comunicação mais facilmente, deixo-lhe nove dicas que pode começar a utilizar já a partir de hoje!

1. Não escreva press releases

Sim, é isso mesmo. Aquele documento que se faz e que é divulgado a vários meios de comunicação ao mesmo tempo não deve existir no seu trabalho como freelancer. Por um motivo: Toda a gente manda press releases! Você não tem ideia de quantos press releases recebe um jornalista todos os dias. Os press não são mais do que informações básicas sobre o negócio ou acontecimento, explicando que tudo o que vem naquele texto é maravilhoso. Os jornalistas ficam fartos desse género de informação.

Pelo contrário, opte por criar um contato pessoal com o jornalista. Envie-lhe um email a falar sobre o que faz ou que produto vende e marque um encontro pessoal com ele. Se for necessário, passe você pela redação. Ao criar estes laços, está a aumentar as possibilidades de os seus trabalhos apareçam cada vez mais no meios de comunicação social. E o bom é que só precisa de fazer isto uma vez. Depois de ter o primeiro contato, você só precisa de enviar emails ou fazer telefonemas que, ao lembrarem-se da sua cara, provavelmente irão publicar o que você lhe pediu. Aproveite e adicione-o no MSN ou no Facebook e mantenha o contato com ele.

2. Participe em artigos de opinião

Tal como referi no artigo sobre as 10 formas de promover o seu trabalho freelancer, que era importante deixar comentários em blogs dando a sua opinião sobre assuntos da sua área de modo a demonstrar que percebe do assunto, os jornais também têm a secção de opiniões. O que aconselho é que escreva artigos para lá. Um por mês é suficiente. Envie um email para a redação a falar sobre o que você faz e pergunte se pode escrever para lá.

Quem fala em jornais fala em também em revistas. Imagine que a sua área é o web design. Nada melhor do que escrever para uma revista sobre design a contar algumas das últimas tendências no meio. Em troca, peça que o link do seu site fique por baixo do seu nome. Se as pessoas gostarem do que você escreveu, com certeza irão visitar a sua página. Se poder fazê-lo no site do jornal melhor ainda, visto que irá receber um link. Certamente irá ajudar na indexação no Google.

3. Dê a conhecer os seus produtos novos

Os jornais adoram novidades. Por vezes até andam à procura de informação de qualidade, visto que às vezes ela é escassa. Se você tem um novo produto ou uma nova funcionalidade no seu site, envie um email ou faça um telefonema e fale sobre o assunto. Explique quais as vantagens, quanto tempo investiu nele e quanto espera ganhar com ele. Quanto mais detalhado melhor maiores as possibilidades de aparecer. Quem sabe não gostam dele e fazem um trabalho maior.

4. Conte a sua história

Quer seja um jornalista freelancer ou um jornalista de redação, todo adoram histórias fora do comum. Imagine que ganha dinheiro através da internet. Bem, apesar de isso parecer normal para quem navega todos os dias em sites, a verdade é que isso é uma novidade para o mundo “off-line”. Entre em contato e diga que gostaria de contar a sua história. Com certeza não irão recusar.

5. Fale nas rádios

As rádios são um excelente treino para quem pretende falar em público. Apesar de não ter pessoas à frente, sabe que está a falar para uma plateia muito grande e que ao mínimo erro será detetado. Além do mais, sente a pressão de ter que explicar tudo de um modo correto e com coerência. Mas como pode fazer isso nas rádios? Funciona mais ou menos do mesmo modo que os jornais. Imagine que tem um tema muito interessante que gostava de ser debatido. Suponha que vende produtos de porta em porta e que tem tido um sucesso extraordinário, apesar de o mercado estar em crise. Pergunta se não estão interessados em que partilhe a sua experiência e que revele quais os segredos que tem conseguido para ter sucesso neste mercado. As pessoas vão adorar.

6. Grave vídeos ou podcasts

Se o seu forte não é a escrita, não há problema. Tem outras opções. Grave vídeos ou podcasts. Funciona mais ou menos como uma coluna mensal num jornal. Neles fale um pouco sobre o seu negócio ou as suas técnicas. Mas não se esqueça de adaptar isso aos meios que está a utilizar. Enquanto na escrita você tem hipóteses de errar, neste meios o modo como faz as coisas é ainda mais importante, pois é impossível voltar atrás. Não se esqueça que é a imagem do seu negócio que está em jogo. Se não gostarem do que estão a ver ou a ouvir, dificilmente vão procurar por si.

7. Peça para ser opinador

Este ponto não tem nada a ver com os artigos de opinião. Com certeza já viu em algumas peças jornalísticas opinadores. Veja um exemplo: “o especialista em economia, comentou que a situação do país é insuportável”. Ora, de onde surgiu este comentador? É certo que ele é especialista em economia, mas como o jornalista chegou até ele e porquê o escolheu a ele? Normalmente estas pessoas são profissionais conceituados, que são de confiança dos jornalistas para comentarem alguns temas.Você também pode ser um deles.

O que o aconselho a fazer é entrar em contato e explicar o seu ramo de negócio. Depois, diga que se precisarem de alguns comentários sobre temas da sua área, que se encontra disponível para responder. Assim, cada vez que surgir um tema relacionado, pedirão a sua opinião e o seu nome sai no jornal. É simples.

8. Envie fotografiasNVIE FOTOGRAFIAS

Se trabalhar como fotógrafo freelancer, nada melhor do que dar alguns dos seus trabalhos para os jornais. Sei que você não trabalha de graça, mas promover o seu trabalho de freelancer desta forma, apenas para se dar a conhecer pode não ser uma má opção. Pessa apenas para que assinem a fotografia. Com certeza que se gostarem do que você enviou irão pedir mais trabalho. E aí você já pode cobrar por isso.

9. Faça trabalhos estatísticos

Imagine que a procura das palavras-chave “consultas de psicologia na internet” são cada vez mais procuradas. Isso é um dado estatístico importante, que dificilmente os jornalistas se dariam conta. Significa que cada vez mais as pessoas procuram resolver estes problemas através da internet. Ora, isto são dados mais que suficientes para que seja publicada uma notícia. Nesse caso, o jornalista irá pedir algumas declarações suas sobre o tema. Se você tiver um blog relacionado com psicologia, será uma excelente forma de divulgação!

Sabia que podia fazer tudo isto?

É verdade. Existem várias formas de o seu trabalho como freelancer aparecer nos meios de comunicação de forma gratuita.  O problema é que muitas pessoas não conhecem a realidade dos jornais e pensam que para ter algo lá publicado é necessário ser muito conceituado. Não é bem assim. Os jornais adoram temas que sejam fora do comum e com certeza na internet conhece dezenas deles. Se o seu trabalho for um deles, comece já a utilizar algumas destas dicas e promova o seu trabalho de um modo gratuito nos meios de comunicação.

E o leitor, já utiliza algumas destas técnicas? O que achas delas?

Abraço e boa publicidade gratuita!

Novo usuário?

Comece aqui

e-book “SEJA MAIS PRODUTIVO”

Baixe o ebook “Pensamentos sobre marketing digital”

Preencha os seus dados abaixo e receba esse e outros materiais por e-mail.