Marketing Digital 23/10/2013

Dicas para fidelizar o cliente e evitar problemas

Luciano Larrossa Publicado por Luciano Larrossa

O trabalho freelance, assim como qualquer outra modalidade de trabalho, tem suas peculiaridades e desafios a serem enfrentados. Com isso em mente, dedicamos esse post aos profissionais que desejam melhorar diversos aspectos de seu desempenho no mercado freelance. Vamos dar algumas dicas com relação a comunicação, às qualificações necessárias, educação e ética, entre outras.

Comunicar é, de fato, essencial para conseguir um relacionamento de longo prazo com o cliente e assim manter-se durante muitos e muitos anos no mercado. Um freela sem comunicação é um freela perdido. Vamos ao post!

Desembucha!

Vocês devem conhecer aquele ditado antigo (que eu, particularmente, sempre achei muito engraçado): “quem não se comunica se trumbica”. Pra quem não conhecia e não entendeu nadica (pra rimar com trumbica), vai uma tradução para leigos: se você não falar, não tem como o cliente adivinhar.

É por essas e outras que a comunicação, principalmente na modalidade do trabalho remoto, é fundamental. É importante, inclusive, que você incentive a comunicação por parte do seu cliente. Caso ele seja um cara sucinto, faça perguntas. Pergunte as expectativas dele para o projeto, qual o resultado que ele espera receber, o prazo de que ele precisa atualmente, quais as qualificações que ele está procurando e, em seguida, é sua vez de desembuchar.

Dica de artigo: As maiores mentiras que os clientes contam

Apresente para ele, no maior estilo “infomercial”, o quanto o seu talento é imperdível. Esse é o momento de promover seus diferenciais e suas qualificações. Ajuda ter algum tipo de certificação de habilidades. Na Workana, por exemplo, oferecemos testes gratuitos que servem como certificação das habilidades declaradas pelos usuários em seus perfis. Inclusive, quanto mais certificações um usuário tem, mais vai acumulando experiência na plataforma, o que permite o envio de mais propostas. Além disso, conforme o usuário explora os recursos da plataforma, vão melhorando o nível de seu perfil, o que dá ao possível cliente uma maior confiança no momento da contratação.

A comunicação não é importante, apenas, na hora de fazer com que o cliente o escolha para um projeto. Durante o projeto, é igualmente importante manter contato com seu cliente e informar sobre o andamento do projeto. Inclusive, enviar relatórios de progresso ou entregas “provisórias” já adiantam o seu lado: para trabalhos como design e conteúdo, que podem exigir alterações posteriores, quanto mais cedo você envia um rascunho do seu trabalho, mais cedo o cliente pode solicitar alterações e mais tempo você tem para aplicá-las.

Além disso, a comunicação é uma ótima ferramenta de fidelização. Se você se comunicar frequentemente com o cliente, passará uma imagem de acessibilidade. Se você for simpático e interessado em seus contatos – coisa que muitas pessoas não são – isso acaba se tornando um diferencial seu e faz com que seu cliente opte por trabalhar com você novamente, em outras oportunidades.

Para encerrar o assunto da comunicação, aproveito para usar outro ditado como referência: “é melhor pecar pelo excesso do que pela falta”. É mais comum a ocorrência de mal-entendidos pelas coisas que foram inferidas (isto é, que não foram, de fato, comunicadas) do que por coisas devidamente explicadas.

A hora H: o orçamento

Há algumas coisas que freelancers devem considerar na hora de enviar um orçamento para o cliente. Uma delas é considerar que, no momento do orçamento, nem sempre o cliente já determinou que trabalhará, certamente, com você. Portanto, o orçamento deve apresentar uma proposta de preço e prazo competitivos, porque você ainda pode estar concorrendo com outros profissionais. Em compensação, não prometa prazos surreais que não possam ser cumpridos, muito menos cobre abaixo do que vale o seu trabalho: não importa o quanto você esteja precisando desse trabalho, seu trabalho tem valor e o preço que você cobra é justamente a forma de mostrar o quanto você valoriza suas próprias qualificações e tempo dedicado ao cliente.

Pondere ler: Dicas para conseguir o primeiro cliente

Muito importante, também, é fazer um orçamento detalhado. Pense da seguinte forma: o sonho de todo profissional é receber um briefing detalhado do cliente, certo? É uma via de mão dupla: você também garante uma melhor interação com seu cliente se, no seu orçamento, você já especificar detalhadamente o que está incluído, evitando que o cliente “entenda” coisas que não ficaram claras no orçamento e, futuramente, venham cobrar tarefas ou resultados que pensaram estar incluídos no orçamento. Moral da história: na hora do orçamento, a comunicação também desempenha um papel de protagonista.

como fidelizar o cliente

Um orçamento é como um documento que você emite em nome do seu negócio. Por isso, entenda que você não pode colocar “no papel” o que não será capaz de cumprir. Isso não vale apenas para preço e prazo, como falamos anteriormente, mas também para atividades que você não tem experiência em desempenhar. Se o cliente solicitou um orçamento para uma tarefa que você não realizou antes, consulte colegas de trabalho (ou a própria internet, que pode ser uma ótima fonte de informações – como AGORA! xD), para que você tenha as informações necessárias para decidir se você deve ou não se comprometer em trabalhar nesse projeto. Depois de passado o orçamento, alterar prazo ou preço para mais é visto, por muitos clientes, como uma prova de um orçamento feito às pressas ou “nas coxas” – o que não denota muito profissionalismo.

O artigo de hoje foi um guest-post do Workana, um excelente site para conseguir trabalho freelancer. 

Novo usuário?

Comece aqui

e-book “SEJA MAIS PRODUTIVO”

Baixe o ebook “Pensamentos sobre marketing digital”

Preencha os seus dados abaixo e receba esse e outros materiais por e-mail.

BAIXE GRÁTIS O EBOOK "CHECKLIST PARA FACEBOOK"
Os primeiros passos com sua página no Facebook.

Checklist para facebook
close-link