Produtividade 09/03/2011

Dicas para combater a desmotivação no seu trabalho

Luciano Larrossa Publicado por Luciano Larrossa

Hoje vou dar-lhe algumas dicas do que poderá fazer para combater a sua desmotivação enquanto freelancer. Sei que ela chegará e não pense que será imune a isso. Todos passamos por momentos em que começamos a duvidar do nosso trabalho e das nossas capacidades. E nem é necessário as coisas estarem a ir por um mau caminho para isso acontecer. Ter sucesso nem sempre é sinónimo de motivação. Por vezes bem pelo contrário. As coisas irem muito bem dá uma imagem facilitadora do seu trabalho, acabando por não se tornar um desafio. Se você está passando um período difícil no seu trabalho, pondere ler alguns destes nossos artigos:

Nem sempre problemas dentro do próprio trabalho são suficientes para o desmotivar. As separações são um bom exemplo disso. Perder alguém que era o nosso principal animo quando chegávamos a casa pode ser o suficiente para não querer se levantar da cama e ir produzir no dia seguinte. Já aconteceu isso com vários profissionais de qualidade. No entanto, eu não quero que isso aconteça e é mesmo para isso que serve o texto de hoje.

Há “cura” para a desmotivação?

O pior erro que podemos cometer quando sucede esta situação é pensar que o tempo fará com que tudo passe. Ele é um bom aliado mas não é a solução para tudo. No máximo poderá juntar a este fator à sua atitude proativa de mudar a situação. O primeiro passo para sair deste pesadelo é pensar numa coisa: só você pode mudar isso. Mais ninguém poderá combater a desmotivação por si. Ter iniciativa, respirar fundo e seguir em frente são passos que você deve tomar desde o início. A vida continua, seja ela de que forma for. Mas para que isso possa ser possível, vou dar-lhe já cinco passos que deve dar:

1. Pare de se culpar

Se algo correu mal e a culpa for sua, paciência. Já está feito e nada por fazer para mudar. “Um dos maiores erros do ser humano é o arrependimento”. Já dizia o escritor Paulo Coelho. Se algo já está feito e você não pode fazer nada para mudar, pare de se culpar. Deixe de se lamentar e comece desde já a construir uma atitude que o permita construir um futuro novo. Virar as cotas ao problema é fundamental. Pode ter errado ontem, mas comece a construir um futuro melhor já hoje.

Imagine que teve um trabalho que tinha para um cliente seu que não ficou do modo como você queria, apenas porque não foi organizado. Peça desculpa e depois siga em frente. Pare de pensar na sua cabeça que devia ter feito isto ou aquilo. O seu próximo cliente não tem culpa. Olhe para o futuro e já no projeto que estiver a trabalhar, seja mais organizado para não cometer os erros do passado. Aprender com os erros faz parte do seu trabalho enquanto freelancer.

2. Analise o que correu mal

Outro fator que o pode estar a desmotivar pode ser o caso de estar sempre a cometar os mesmos erros. Quando sentir que isso está a acontecer, faça uma análise profunda no que o levou a cometer todos esses passos errados. Agarre numa folha de papel e faça uma retrospectiva de tudo o que aconteceu. De seguida escreva à frente tudo o que tem de fazer para não cometer os mesmos erros. Se não souber como resolver esses problemas, pesquise em livros ou livros e blogs pessoas que estejam a sentir as mesmas dificuldades.

O Google poderá ser um bom amigo. Não está a ser produtivo? Procure nesse motor de busca “como ser produtivo enquanto freelancer” por exemplo. Com certeza já alguém algo sobre isso ou outra pessoa falou sobre o mesmo problema. A internet é um bom auxílio neste género de situações pois permite-lhe ter uma resposta rápida e (muitas vezes) com qualidade. Não avance para o próximo projeto sem ter melhorado o que fez no último.

3. Comece a encontrar soluções já no próximo trabalho

Podemos encontrar as soluções para o nosso problema. Mas o passo entre saber quais são e conseguir aplicá-los realmente na sua realidade é enorme. Por vezes podem nos dar técnicas e elas não se encaixarem na nossa realidade. O que aconselho é que adapte essas dicas às suas características. Não é porque um livro ou um blogue diz que deve ser assim, que você deve fazê-lo. Faça-o, mas de acordo com o mundo que você vive.

4. Faça testes e mais testes

Imagine que uma das suas dificuldades é lidar com um cliente que esteja insatisfeito e leu o nosso artigo sobre esse tema. Lá estão dicas bastante válidas, mas que terá que adaptar à sua realidade. Para que dê resultados, faço muitos testes. Não deu da maneira A? Talvez o melhor seja adaptar e tentar de um modo diferente. Com mais alguma, falar de um modo diferente ou escolher o momento adequado para explicar que ele está errado. Os motivos para que não tenha dado certo podem ser muitos, porque acima de tudo cada caso é um caso.

Ir pelo método tentativa/erro será com certeza uma mais-valia muito grande. Depois disso, só a experiência fará com que melhore os seus resultados. Não fique desmotivado apenas porque não deu certo à primeira. Adapte às situações e verá que se tornará um freelancer muito melhor.

5. Pense no futuro

Pensar a longo prazo é uma boa forma para combater a desmotivação. Aliás, esta é uma das razões porque muitos freelancers ficam pelo caminho nos primeiros meses. Querem que tudo aconteça muito rápido. Ficam desmotivados como é normal, pois os resultados não surgem de um dia para o outro. Demoram meses ou até anos. Pensar onde quer estar daqui a alguns anos podem ajudá-lo a motivar-se.

Quando sentir que a desmotivação começa a bater-lhe à porta, comece a imaginar onde quer que o seu negócio esteja daqui a um ano. Será que o que lhe aconteceu, será assim tão forte para terminar com este seu sonho? Será que apenas um mau momento pode apagar todos os bons que aconteceram anteriormente? Será que isso não será apenas uma má fase e que no final de tudo isto, você irá crescer enquanto freelancer? Responda a estas três perguntas e depois diga-me se continuou desmotivado..

Mais dicas que podem o ajudar a motivar-se

  • Leia livros de auto-ajuda
  • Pratique esporte. Assim libertará hormônios que o ajudam a ficar mais positivo
  • Fale do seu problema com alguém próximo. Por vezes eles conseguem ver uma solução para o nosso problema
  • Vá meditar
  • Tire umas férias. O cansaço pode ser responsável pela sua desmotivação
  • Aprenda algo novo na sua vida. A rotina de trabalho pode ser a culpada do seu estado
  • Veja casos de sucesso. Ver que os outros lá chegaram incentiva-o a acreditar que é possível
  • Olhe para o mundo à sua volta. Será que ter um trabalho mal realizado é pior do que a fome de que muitas pessoas passam?
  • Olhe para trás. Veja tudo o que já fez. Só alguém muito especial conseguia produzir o que você produziu

Como tem combatido a desmotivação?

Espero que todas as dicas que lhe dei acima o possam ajudar a combater a desmotivação no seu trabalho enquanto freelancer. Pense que isso é apenas uma fase e que em breve tudo voltará ao normal. Um mau momento não pode destruir um sonho seu. Siga os nossos passos e verá que tudo será diferente amanhã.

E o leitor, achou as nossas dicas úteis? O que tem feito para combater a desmotivação?

Abraço!

Novo usuário?

Comece aqui

e-book “SEJA MAIS PRODUTIVO”

Baixe o ebook “Pensamentos sobre marketing digital”

Preencha os seus dados abaixo e receba esse e outros materiais por e-mail.