Marketing Digital 19/08/2013

15 dicas e conselhos de empreendedores de sucesso!

Luciano Larrossa Publicado por Luciano Larrossa

Quem acompanha o blog há largos meses sabe que sempre tento trazer para vocês histórias que inspiram os empreendedores e os freelancers. São os casos dos empresários brasileiros de sucesso ou mesmo dos 35 jovens que fizeram sucesso na internet. Além de inspirarem, estes artigos dão também uma larga noção da forma como eles atuam no mercado e do que precisaram de trabalhar para serem bem sucedidos.

Isto tudo para dizer que ainda há poucas semanas encontrei na revista Inc um artigo que partilhava dicas de 15 empresários de sucesso. São dicas bem simples, mas que podem ser aplicadas no seu negócio, hoje, amanhã ou num futuro muito próximo. Eu adorei todos os pontos que foram abordados e acredito que você também conseguirá retirar várias ideias interessantes destas partilhas.

Vamos à lista!

1. “As empresas são uma maratona, não um sprint”

Esta dica é dada por Jared Kim, fundador da Forge. Ele explica que “criar e tentar vender uma empresa” é algo que leva “muito tempo” e que muitas vezes é visto como uma corrida rápida, quando na verdade é uma longa maratona. “Contrate pessoas que estão dispostas a trabalhar consigo. E além disso, cuide de si mesmo. Durma oito horas por dia, alimente-se bem e faça exercício físico. Se você não cuidar de si mesmo não existe qualquer chance de cuidar do seu negócio a longo prazo. Obviamente você terá dias em que irá trabalhar muito, mas faça disso a exceção e não a regra”.

2. “Invista o seu tempo numa carreira que possa ser escalável”

Eu ouvi este conselho há pouco tempo de um empresário brasileiro mas ele também foi partilhado por Hassan Baig, fundador da Rabbit Studios. O conceito é bastante simples e baseia-se em criar um trabalho que não se baseie apenas nas horas que você trabalha. “Vou dar um exemplo. Imagine que você é um consultor fiscal. Você certamente irá cobrar um determinado valor por hora em troca dos seus serviços. Você está trocando tempo por dinheiro e isso é difícil de escalar. O meu conselho é que aposte em trabalhos que dependam mais das suas decisões do que do seu tempo, conseguindo assim gerar dinheiro sem ter de trabalhar”.

Nota: Este conceito também é muito bem explicado ao longo do livro Pai Rico, Pai Pobre.

3. “Preencha as suas apetências” 

Jon Davis, um dos proprietários da Quora e dono de várias outras empresas, fala um pouco sobre a zona de conforto e como isso pode estar a impedir de evoluir. “Muitas vezes são os medos que impedem você de evoluir. É aquela casa que você tem medo de deixar de pagar, aquele empréstimo que está travando o seu futuro. Às vezes você até senta e olha para aquele site de emprego mas tem medo da rejeição. Muitas vezes a situação atual até é pior, mas você tem tanto medo da mudança que prefere manter-se assim. Por vezes as melhores coisas da vida são aterrorizantes e enormes demais. Falhe até você ter o resultado final. Só não vence quem não dá esse passo em frente”.

4. “Seguir a sua paixão é errado”

“Obviamente você tem que ser apaixonado, caso contrário você não será capaz de trabalhar aquelas horas intermináveis que alguns projetos obrigam. Porém, muitos fundadores de empresas também eram apaixonados e muitas delas estão fechadas! Experimente entrevistar duas pessoas que estejam casadas há 50 anos e elas dirão que estão apaixonadas. Mas também existem casais que estão apaixonados dois dias e ao fim de dois anos estão separados”. Estas são as palavras transmitidas por John Seiffer, fundador e CEO do Boot Camp e o que ele quis transmitir foi muito simples: ser apaixonado não é razão única para você iniciar um negócio. Essa ideia de negócio necessita de ter sempre algo mais!

5. “Não desistir é uma mentira”

Jeremy Liew, sócio da Lightspeed Venture Partners, quebra uma regra que parece ser muito explorada nos últimos tempos. O que ele diz é que você deve analisar bem quando deve desistir de algo. “Trabalhar duro normalmente não é a solução. Fazer algo diferente é quase sempre a resposta certa. Algumas startups são bem sucedidas depois de um longo período de trabalho duro mas isso foi porque o mundo ainda não estava preparado para aceitar a sua ideia”.

conselhos de empresários

6. “Escute o que vão dizer mas faça o seu próprio caminho”

“Todos os conselhos que você receber sobre a sua startup podem ser certos, mas também podem ser 100% errados. Empresas e startups prosperam apesar de existirem um milhão de motivos para falharem. Cada arranque bem sucedido parece diferente, cada um parece fazer de uma forma. Escute os outros mas no final escolha o seu próprio caminho”, explica John Lilly, sócio da Greylock Partners.

7. “Erre rápido”

Mark Otero, fundador e CEO of KlickNation, partilha um conselho que eu considero muito útil: erre rápido. Isso mesmo. Quando você quiser fazer algo, faça de qualquer jeito e depois vá adaptando a situação. “Comece a testar algo muito rapidamente. Se os seus pressupostos estão errados depois ajuste, dê um toque pessoal e depois tome uma decisão definitiva. Conhecer os seus pontos fracos é tão importante quanto saber os seus pontos fracos”.

8. “Contrate bem”

“As pessoas são o ativo mais importante do seu negócio. Atrair o maior talento possível vai ser um diferencial incrível. Além disso, contratar melhor vai permitir que contrate menos pessoas. Um bom programador é melhor do que dois programadores medianos” aconselha Peter Berg, fundador da October Three.

9. “Aprenda a dizer ‘não'”

Outra das estratégias que tenho aprendido ao longo dos últimos e que tem mudado a minha vida. Aprender a dizer não é realmente um hábito que todos devemos adquirir, tal como explica Chris Prescott, fundador e CEO da Fantasy Shopper. “Nos primeiros meses de sucesso você estará muito agitado e irá dizer sim a tudo. Até que chegará a um ponto em que não consegue fazer mais nada. Ai chegará o momento em que você começa a selecionar aquilo que mais interessa. Quando mais cedo conseguir identificar isso, melhor para si”.

10. “Você só pode controlar três fatores”

Para Phineas Barnes, sócio da First Round Capital. só existem três fatores que você pode controlar no seu negócio. “Você escolhe a sua ideia. Os seus parceiros de negócio. Você escolhe os seus investidores. Tudo o resto é influenciado pela sorte e pelas circunstâncias. Além disso, algumas delas podem ser adaptadas com o passar do tempo, como é o caso das ideias. Quanto aos sócios, pense bem neles pois eles são permanentes”.

11. “Analise a sua carreira a cada dois anos”

“Um dos melhores conselhos que me deram na Microsoft foi o de avaliar a minha carreira a cada dois anos. Mesmo que você esteja perfeitamente satisfeito com o seu trabalho, veja se está a dar o melhor de si ou se está apenas numa posição de conforto”, aconselha Edmond Lau, um dos primeiros engenheiros do Quora.

12. “Pense em si primeiro”

Já falamos neste artigo sobre a paixão de trabalhar e sobre a zona de conforto. Num misto destes dois pontos, Michael Wolfe, CEO da Pipewise, partilha um conselho muito simples mas que deve servir como reflexão. “Escolha como você quer viver primeiro e com quem você quer partilhar as suas horas. Depois disso, escolha aquilo que você fazer”. Simples não?

dicas de empreendedores de sucesso

13. “As três habilidades de uma startup”

Segundo Saul Klein, fundador da Kano Computing, existem três tipos de pessoas que uma startup precisa de ter:

– Alguém que saiba como construir sistemas e tecnologias para resolver problemas.
– Alguém que entenda os fatores humanos que estão relacionados com esses problemas, até porque eles existem. É necessário saber o que fazer para corrigi-los e como moldar a experiência.
– Alguém que saiba como chegar, conversar e vender para as pessoas cujos problemas estão sendo resolvidos.

Para Klein, muitas startups até têm apenas “duas pessoas com essas características”, mas todas elas sabem realizar os três enumerad0s acima.

14. “Aprenda fora do trabalho”

“Eu digo sempre: faça o trabalho que você quer e não o trabalho que você tem. O seu trabalho ideal, possivelmente, requer conhecimentos que você não tem no momento. Aprenda essas novas habilidades através de projetos paralelos ou voluntariado. De seguida, tente trazer essas habilidades para o seu trabalho. Este é o meu segredo no trabalho”. Esta visão de Dan Cristo, fundador da Triberr, é muito comum em grandes gestores mundiais. É normal vermos nos Estados Unidos profissionais que praticam voluntariado, Yoga ou desportos radicais e que utilizam esses hobbies como apoio aos seus negócios.

15. “Aprenda a falar em público”

Falar em público é um dos maiores receios dos profissionais, que tremem no momento de comunicar algo em frente a um grande número de pessoas. Porém, para Tim Westergren, fundador da Pandora, esse é um dos segredos para ser bem sucedido. “De todas as habilidades que um empreendedor pode ter, penso que a capacidade de transmitir uma ideia é a mais útil. Se você estiver com um grupo de funcionários, com um grupo de investidores ou fazendo um turnê de imprensa, saber transmitir o que você pretende é fundamental. E esta é, talvez, uma das habilidades mais subvalorizadas”.

Dica de artigo: Como falar em público – dicas e estratégias

LEIA TUDO, MAS TRILHE O SEU PRÓPRIO CAMINHO…

A dica 6 talvez seja aquela que resume qual deve ser a sua atitude no final deste artigo, ou seja, leia bem todos os conselhos destes empresários mas no final adapte à sua realidade. Não existem regras universais, mas sim conceitos que podem ser adaptados (ou não) ao seu negócio.

E você, qual destes conselhos gostou mais? Acrescentaria mais algum?

Abraço,

Luciano Larrossa

Novo usuário?

Comece aqui

e-book “SEJA MAIS PRODUTIVO”

Baixe o ebook “Pensamentos sobre marketing digital”

Preencha os seus dados abaixo e receba esse e outros materiais por e-mail.

BAIXE GRÁTIS O EBOOK "CHECKLIST PARA FACEBOOK"
Os primeiros passos com sua página no Facebook.

Checklist para facebook
close-link