Marketing Digital 30/06/2011

10 cuidados que deve ter quando inicia o seu próprio negócio

Luciano Larrossa Publicado por Luciano Larrossa

Há bem pouco tempo, recebi um comentário na Escola Freelancer afirmando que como era maravilhoso ter o seu próprio negócio e tudo o que de bom isso iria trazer para a sua vida. Tudo parecia maravilhoso. Contudo, num comentário um pouco mais abaixo, afirmaram que se fosse assim tão maravilhoso, ninguém seria chefe de ninguém. Tanto um comentário como outro têm a sua razão e os seus erros. Nem tudo é tão belo como parece, mas também não é por isso que qualquer pessoa pode ter capacidades para criar o seu próprio negócio. Algumas pessoas nascem pré-dispostas a mandar, outras vão aprendendo com o passar do tempo enquanto outras não têm os requisitos mínimos para liderar um negócio de freelancer.

O importante é reter que ninguém está “proibido” ao ponto de nunca poder criar o seu próprio negócio. Tal como a disciplina pessoal, a produtividade ou a motivação no trabalho, são características que se podem desenvolver, depende apenas da sua vontade intrínseca para que isso aconteça. Mas tal como em tudo na vida, necessita de ter alguns cuidados e vão ser sobre eles que vou falar aqui. Mas que fique também bem esclarecido um ponto quando chegar ao final do artigo: qualquer um pode criar o próprio negócio, basta que desenvolva as características necessárias para isso.

comecar negocio

1. Analise bem se é isso que você quer

Vamos começar com calma. Você quer iniciar o seu próprio negócio. Tudo parece maravilhoso. Mas você já pensou se é realmente isso que você quer para o resto da sua vida? Você seria capaz de passar fins de semana seguidos ou abdicar de cafés com os amigos para investir no seu negócio como freelancer? Se a sua resposta para estas questões forem negativas, abandonar o seu empego fixo para começar a sua carreira de freelancer talvez seja uma má opção. Ninguém se transforma um profissional de sucesso apenas porque quis que isso acontecesse. O espírito de sacrifício e a definição de prioridades são fatores determinantes para ter sucesso. Estes valores são praticáveis, o preciso é você querer.

Pondere ler: 1o questões que deve fazer a você mesmo já hoje

2. Se não der dinheiro não é negócio, mas sim um hobbie

É muito bonito vermos algumas atividades que as pessoas fazem por paixão, mas que no final só dão prejuízo. Nota-se que o fazem por amor, mas lamento informá-lo que isso não chega. Especialmente no mundo concorrido nos dias de hoje, em que é necessário investir em ferramentas para freelancer e em materiais de última geração. Portanto, o seu negócio por conta própria deve gerar dinheiro desde o primeiro dia ou pelo menos ter o objetivo de fazer isso. Sabemos que os primeiros anos não são fáceis, gerando mais prejuízo do que ganhos mas se está a tentar ganhar dinheiro, já é um bom começo. O grave é mesmo trabalhar como freelancer e não ter o intuito de ganhar dinheiro. Esse hobby mais tarde ou mais cedo chegará ao fim.

Pondere ler: 12 dicas para melhorar as suas finanças pessoais enquanto freelancer

3. Dê tudo de si no primeiro ano

Os primeiros 12 meses são fundamentais para definir se o seu negócio é um caso de sucesso ou se irá ao fundo como a maioria dos que iniciam o negócio por conta próprio. Cerca de 90% dos negócios não chegam ao 3º ano de vida. Isto deve-se a vários fatores entre os quais:

  • Falta de conhecimento da área
  • Pensar apenas nos benefícios, esquecendo o trabalho que dá chegar até eles
  • Não ser organizado, pensando que tudo irá acontecer com o tempo
  • Falta de iniciativa. Os freelancers têm que provocar o futuro e não esperar que ele aconteça
  • Não perceber como se destacar dos concorrentes, passando ao lado do público

Uma das formas de compensar a inexperiência, é dar tudo de si no primeiro ano. Quando digo isto, é óbvio que afirmo para se descuidar dos seguintes. Nada disso. Mas como o primeiro ano é fundamental e a sua motivação está em grande, aproveite para ler todos os livros que puder, ir a todos os seminários possíveis ou tentar aprender com os melhores. Depois de atingir os mesmos níveis de conhecimento que os seus concorrentes, destaque-se pelos pormenores.

4. Não entre em uma área que nunca trabalhou

Vejo muitas pessoas a quererem fazer dos blogs o seu sustento todos os meses. A facilidade com que se faz um blog e o sucesso de alguns webmasters de renome leva a isso. Aos sonhos fáceis e que tudo pode acontecer de um dia para o outro. Não é bem assim. Se você não tem a mínima experiência numa área, dificilmente será um destaque nela, principalmente num curto espaço de tempo. Se você acha que apostar na Betclic é interessante mas não percebe nada do assunto, o melhor mesmo é escolher uma área que domine. Portanto, vá aos poucos experimentando o seu futuro negócio como freelancer e veja como ele desenvolve. Mas quando digo isto falo do período de um ano no mínimo. Mais tarde, com alguma experiência, poderá arriscar no seu próprio negócio.

Pondere ler: os cinco maiores erros de quem trabalha por conta própria

5. Tenha poupanças para pelo menos seis meses

Os primeiros meses de um negócio por conta própria são horríveis. É uma junção de ansiedade pelo negócio começar mas de decepção por ninguém procurar pelos seus serviços ou produtos. Isso é perfeitamente normal. Com isso, o dinheiro demora a entrar na sua conta bancária e o que entra serve logo para pagar alguns investimentos iniciais. O que aconselho é que tenha uma poupança que sirva para aguentar os primeiros seis meses sem receber um único centavo.

Parece muito? Uma das formas de contrair isso é, nos primeiros meses, resumir-se às suas necessidades básicas como a renda da casa, carro e comida. O resto pode esperar que o seu negócio ganhe asas. Para que analise melhor o que é necessário, aconselho-o a ler o nosso artigo sobre a Lei de Pareto. Vai ser certamente útil.

negocios

6. Imagine seu percurso e não ande à deriva

Onde quer estar dentro de três meses? E seis? E um ano? Questões como esta devem estar respondidas, não só na sua cabeça mas também num papel para que possa vê-lo todos os dias e saber onde quer chegar. Ninguém lhe garante que irá chegar a estes objetivos, mas é melhor ter alguns do que andar à deriva sem saber o que fazer. O seu plano até pode sair completamente ao lado, não interessa. Os freelancers têm necessidade de construir o seu futuro e não esperar que algum negócio fantástico aparece à sua frente.

7. Siga os melhores mas não os copie

O Paulo Faustino é um exemplo de sucesso na blogosfera. Com o seu suor fez um trabalho ímpar, cresceu com muito esforço e hoje tem o reconhecimento que merece. Infelizmente, vejo muitas pessoas a copiarem as ideias, os temas e muitas vezes artigos dele. É de lamentar. Não por ele, porque quem é original e bom naquilo que faz, ficará sempre por cima. Tenho pena é das pessoas que seguem esse género de princípios. Apenas estão a perder tempo.

Todos nós chegamos à algum lado inspirados em alguém, mas nunca copiando esse mesmo alguém. Caso como o de o fundador do Twitter Jack Dorsey, são demonstrações das características que são necessárias para se tornar um freelancer de sucesso. E uma das coisas que ressalta é a capacidade de serem originais e manterem a sua própria criatividade. Portanto, se quiser atingir o pico da sua carreira, inspire-se e estude os melhores. Mas não os copie, porque a roda apenas foi inventada uma vez.

8. O limite está onde você quiser que esteja

Este é um dos problemas que mais me afetou e ainda me perturba no meu trabalho. Desde pequeno que gostei de fazer apenas o necessário. Ora, isto na vida como estudante pode ser suficiente, mas na vida profissional não funciona bem assim. Acomodar-se é o primeiro passo para começar a perder clientes ou a cair na preferência do mercado. Por isso, nunca se dê por satisfeito e queira sempre mais. Pensa que já consegue escrever um artigo com qualidade para o blog em duas horas? Tente fazê-lo em menos dez minutos da próxima vez. Aumentar a produtividade pode ser um dos limites a explorar.

9. Trate todos os clientes como se fossem os primeiros

No início todos temos muito cuidado com os nossos clientes. Como eles são tão poucos, tentamos agradar e fazer com que voltem a procurar os nossos serviços. Mas com o passar do tempo muitos freelancers deixam de dar a atenção necessária, visto que o número de interessados nos seus serviços aumenta. Isso é um erro que se paga caro a longo prazo. O seu negócio nem sempre estará em cima e a qualquer momento pode aparecer um concorrente de peso. Tratar todos os clientes de igual forma é uma das formas de se destacar no seu negócio, visto que nunca saberá quando irá passar dificuldades e precisar de ajuda de todos os clientes.

10. Não seja apenas mais um

O mundo, principalmente o da internet, é imenso. Se você não for um destaque, dificilmente será alguém na sua área de negócio. Quando pensar em iniciar o seu próprio negócio, não pense apenas em ser mais um. Tente sempre ser um destaque. Se o seu concorrente está a fazer melhor, tente perceber o porquê e evolua já no produto seguinte.

Que cuidados tem tido ao iniciar um novo negócio?

Criar apenas por criar um negócio não é uma boa opção. É aliás, uma péssima opção. Tanto em termos financeiros como em desperdício de tempo. Se quiser fazer alguma coisa na sua carreira de freelancer, pense sempre em grande e dê os passos certos. Para isso servem algumas destas dicas.

Novo usuário?

Comece aqui

e-book “SEJA MAIS PRODUTIVO”

Baixe o ebook “Pensamentos sobre marketing digital”

Preencha os seus dados abaixo e receba esse e outros materiais por e-mail.

BAIXE GRÁTIS O EBOOK "PENSAMENTOS SOBRE MARKETING DIGITAL"
Este livro reúne 31 estratégias para você aplicar no seu negócio.

Pensamentos sobre marketing digital
close-link