Marketing Digital 01/11/2012

8 conselhos para trabalhar de forma eficaz com grupos no LinkedIn

Luciano Larrossa Publicado por Luciano Larrossa

O LinkedIn é uma excelente ferramenta para auxiliar os freelancers a conseguirem aumentar a rede de contatos, tal como explicamos nesta entrevista com Pedro Caramez. Mas ao contrário do que acontece com o Facebook ou com o Twitter, ganhar novas conexões não é uma tarefa assim tão simples no LinkedIn. Por vezes torna-se mesmo uma tarefa árdua conseguir novas ligações, principalmente nos primeiros meses enquanto utilizador. Mas para acelerar esse crescimento, é necessário que aprenda a utilizar os grupos no LinkedIn de uma forma inteligente e consistente. Só assim poderá fazer aumentar o seu networking em poucos meses.

No entanto, trabalhar com os grupos é muito mais do que apenas pedir a solicitação e começar a postar os seus artigos. Se o fizer da forma errada, poderá até passar uma imagem negativa do seu trabalho e da sua personalidade. Infelizmente, vemos por aí muitos usuários das redes sociais que entram nos grupos apenas para divulgação pessoal. É certo que está nos grupos para tirar algum benefício próprio, mas convêm que crie alguns laços de amizade e interação com as outras pessoas. Mas antes de começar a seguir as dicas que vamos transmitir, convém que edite o seu perfil. Por isso, aconselho leia este nosso artigo sobre como criar um perfil completo no LinkedIn.

Dica: Como definir um plano de marketing para o seu site nas redes sociais

VANTAGENS DE ESTAR NUM GRUPO DO LINKEDIN

Para que aprenda a trabalhar de forma eficaz com os grupos do LinkedIn, em primeiro lugar é necessário que perceba algumas das suas vantagens. Enumero algumas delas logo abaixo:

  • Troca de conhecimentos: Aqui você poderá colocar as suas questões, responder a dúvidas de outros usuários e partilhar/receber conteúdo interessante. Aproveite!
  • Visualização dos perfis dos outros membros: O LinkedIn divide as suas ligações por 3º, 2º e 1º grau, variando as permissões entre cada cada uma delas. No entanto, se você estiver no mesmo grupo que outro usuário você poderá acesso ao perfil dele, algo que não aconteceria se não estivessem ligados por este grupo.
  • Mostrar os seus conhecimentos: Ainda há pouco, comecei a interagir com um grupo de jornalistas freelancers. Ao partilhar alguns artigos sobre o tema e responder a algumas questões, acabei ganhando notoriedade no grupo. Esses usuários acabaram por conhecer o meu trabalho de uma forma diferente, algo que possivelmente não aconteceria se ficasse esperando que eles encontrassem os meus artigos sobre o tema.
  • Visitas para o seu site: Além de ganhar visitas através da partilha de artigos, você também poderá aumentar as suas visitas partilhando artigos quando responde nos comentários, tendo para isso que enviar o link.
  • Tire as suas dúvidas: Nos grupos, as chances de você ser ajudado são muito maiores do que se colocar essa mesma questão no mural do Facebook, por exemplo.
  • Aumento de conexões: Ao ganhar maior notoriedade no grupo, é normal que mais pessoas queiram adicionar o seu perfil à rede deles, de forma a acompanharem o seu trabalho.

1. ESCOLHENDO OS GRUPOS

Antes de começar a realizar inscrições em qualquer grupo, convêm que você escolha em quais grupos vai participar, pois é quase impossível conseguir ser dinâmico e ganhar reconhecimento em todos eles. Então fica uma questão no ar: em que grupos o usuário deve participar? O próprio LinkedIn permite que você participe até um máximo de 50 grupos. No entanto, não aconselho que você esgote todas estas opções. Para continuar a ser produtivo no trabalho e mesmo assim ser interativo no LinkedIn, aconselho que se inscreva em apenas 10 grupos. Os grupos que você deve escolher dependem dos seus objetivos nesta rede social:

  • Se estiver procurando por mais clientes, convêm que procure por grupos onde futuros recrutadores possam ver o seu perfil e ter conhecimento dos seus serviços.
  • Se está procurando por novos trabalhadores, esteja em grupos da sua área e acompanhe as respostas dos mais variados membros.
  • Se está tentando divulgar o seu site ou produto, marque presença em grupos onde existam possíveis interessados naquilo que você está vendendo.

Como pôde ver, as escolhas dos grupos no LinkedIn dependem sempre de onde quer chegar. Não se esqueça que existem grupos privados, grupos onde você é aceite imediatamente e grupos que todos podem ver os conteúdos, sendo que estes mesmos são encontrados nos motores de busca.

2. COMO ENCONTRAR GRUPOS NO LINKEDIN

Atualmente, existem quatro formas de conseguir encontrar grupos que possam ser do seu interesse. São elas:

Diretório de grupos no LinkedIn

A utilização do diretório é a mais eficaz de todas, mas tenha em atenção para fazer a filtragem correta, caso contrário encontrará muitos grupos que apesar de serem da sua área, estão em inglês.

Grupos do seu interesse no LinkedIn

Ao entrar no seu painel dos grupos, verá que o LinkedIn sugere alguns grupos, consoante os seus interesses ou grupos que já pertença. O LinkedIn também fornece os grupos alguns grupos que possam ser do seu interesse, numa aplicação bastante parecida com a anterior.

Barra de pesquisa para grupos no LinkedIn

Por último, você também poderá utilizar a barra de pesquisar para encontrar novos grupos. Mais uma vez, tenha em atenção a triagem que é feita nessa pesquisa. Para encontrar grupos, no canto esquerdo da barra de pesquisa é importante que esteja selecionada a opção “grupos”.

3. INTERAÇÃO NOS GRUPOS

Ok, depois de encontrar os grupos certos, chegou o momento de começar a interagir dentro dos mesmos. Numa primeira análise, opte por apenas verificar o conteúdo e visualizar que gênero de partilhas são feitas. Depois de estar familiarizado, chegou o momento de começar a postar a responder às dúvidas dos usuários. Repare que eu referi este ponto antes da partilha do seu conteúdo. Isto porque em primeiro lugar você deve mostrar-se disposto a ajudar os outros para apenas depois começar a colher alguns frutos desse seu trabalho. Contudo, tenha em atenção que alguns grupos são moderados, ou seja, os conteúdos que você posta serão analisados por um moderador que depois decide se os mesmos serão aceites ou não.

Repare que no grupo existe a questão dos principais influenciadores, como demonstra a imagem acima. Daí a minha sugestão para participar ativamente em apenas dez grupos ao mesmo tempo. Mais vale participar em dez e estar constantemente no topo dos influenciadores do que ter 50 e não estar nesta lista em nenhum dos grupos. Garanto-lhe que este estatuto garante um excelente aumento no número de conexões.

4. APROVEITE OS POSTS COM MAIS DISCUSSÕES

Por norma, os posts com um maior número de comentários gera uma maior rentabilidade para os seus intervenientes. Foque-se apenas naqueles debates em que as pessoas estão mais interessadas para que consiga melhores resultados investindo menos tempo no LinkedIn. Além disso, os posts com mais comentários acabam também por ficar no topo da página, o que garante ainda maior visibilidade do mesmo. Mas não se esqueça: acrescente valor à discussão. Aproveite o momento e seja um destaque no debate!

Dica: 8 estratégias para criar um plano de marketing

5. COMECE A SUA PRÓPRIA DISCUSSÃO

Além de responder às dúvidas dos outros, também é importante que você tenha a sua própria iniciativa. Se tiver alguma dúvida (por mais insignificante que possa parecer), crie um tópico novo. Por vezes, as dúvidas retiradas pelos outros usuários são mais fiáveis do que uma pesquisa no Google, por exemplo. Ter este hábito também ajudará a que esteja no top dos influenciadores com maior facilidade. O meu conselho é que faça isso uma vez por semana em cada grupo. Nem mais, nem menos. Se estiver a trabalhar de forma ativa em dez grupos, estará a fazer dez questões por semana o que é já um resultado significativo. Não se esqueça que cada dúvida acabará por gerar comentários, que posteriormente devem ser respondidos e por aí adiante. Eu digo uma publicação por semana pelo seguinte: opte mais pela qualidade do que pela quantidade. O LinkedIn, ao contrário do Facebook, não utiliza qualquer algoritmo que filtra quem vê as suas publicações. No LinkedIn tudo o que você publica aparece e fica muito fácil você ser considerado um SPAM.

6. SIGA OS ASSUNTOS MAIS INTERESSANTES

Compreendo que seja difícil você conseguir seguir todas as publicações que existem nos grupos e ainda além disso conseguir ser ativo em todas elas. Uma forma de acompanhar apenas aquelas que mais interessam em clicando em “seguir”. Desta forma, você receberá uma notificação quando aparecer cada comentário novo.

7. ANALISE CADA GRUPO

Como analisar os grupos no LinkedIn

Na barra lateral da direita, você poderá ter uma ideia do que está sendo falado no grupo, que cargo ocupam os utilizadores desse grupo ou de onde são eles. Se você tem um blog direcionado para o Brasil e pretende partilhar conteúdo do que você escreve nesse grupo, é importante que você encontre grupos desse mesmo país. Adicionar grupos com grande parte dos utilizadores em Portugal ou Angola não faz muito sentido neste caso.

8. SEJA PERSISTENTE

Todos os passos que expliquei anteriormente de nada valem se você não for persistente. Ter sucesso no LinkedIn é sempre um trabalho a longo prazo, que apenas começa a ter resultados ao fim de alguma semanas. Ser constante é a melhor forma de crescer nesta rede social. Mas cresça de forma saudável e qualitativa, caso contrário estará a realizar um trabalho em vão. Ao afirmar-se como um “formador de opinião” no seu grupo, estará a ganhar uma visibilidade muito grande, que mais tarde pode ser transformada em consumo de produtos ou pedidos de serviços.

Por isso, mantenha-se ativo, analise os resultados e comece a ver a sua rede crescer. Se tiver atenção a estes oito pontos que expliquei acima, garanto que a sua rede irá crescer de uma exponencial e que o número de conexões aumentará consideravelmente. Agora aproveite os comentários abaixo e diga-me como tem trabalhado os grupos no LinkedIn e quais têm sido os seus resultados obtidos.

Abraço!

Novo usuário?

Comece aqui

e-book “SEJA MAIS PRODUTIVO”

Baixe o ebook “Pensamentos sobre marketing digital”

Preencha os seus dados abaixo e receba esse e outros materiais por e-mail.

BAIXE GRÁTIS O EBOOK "CHECKLIST PARA FACEBOOK"
Os primeiros passos com sua página no Facebook.

Checklist para facebook
close-link