Marketing Digital 04/10/2011

Como se escreve um bom texto para um blog?

Luciano Larrossa Publicado por Luciano Larrossa

Já falei aqui muitas vezes de como escrever um texto com qualidade para o seu blog, mas sempre fica algo por dizer. Isto porque as minhas rotinas de escrita vão sempre evoluindo conforme a experiência vai aumentando e novas ferramentas vão aparecendo. O modo como escrevia há um ano é bem diferente da forma como escrevo agora e espero bem que dentro de um ano escreva bem melhor do que hoje. A evolução é constante, quer você seja freelancer ou psicólogo. E tal como qualquer negócio inovador, tem de pensar sempre em evoluir. Todos os dias leio o que os outros escrevem e dedico alguns minutos do meu dia a ler livros, o que me ajuda a renovar conhecimentos mas também a escrever melhor.

escrever textos

Mas será que existe alguma diferença entre escrever para a web ou como jornalista? Alguma, mas as linhas essenciais são as mesmas. Afinal de contas, os dois gêneros de escrita têm como o objetivo agarrar o leitor e tornar o seu texto interessante. Mas o que nos vamos focar hoje é mesmo em como escrever textos para um blog, sabendo que existem muitas dúvidas na cabeça quando começamos a pensar na indexação dos motores de busca ou nas palavras-chave. Será que isso é tão importante assim? Será que isso deve alterar o modo como você escreve ou nem sequer deve pensar nisso? Vamos com calma, pois a escrita do seu texto começa bem antes disso. Mas se você é viciado em escrever melhor para o seu blog, talvez deva dar uma olhada nestes nossos textos sobre a matéria:

Use o Read Later Fast

Ora aí está uma das ferramentas que me tem ajudado (e muito) ultimamente. Todos os dias, dedico cerca de 30 a 60 minutos por dia a ler o meu Twitter e emails dos blogs que subscrevo. A minha primeira questão ao início foi: como vou organizar toda estes textos que acho interessantes mas que não posso ler no momento? Apontar no Moleskine estava fora de opção, visto que tornaria impossível “colocar” os links lá. Tentei também apontar no Basecamp, mas não me pareceu a solução mais lógica. Até que descobri a minha salvação: o Read Later Fast. Isto não é mais do que uma extensão para o Chrome que me permite salvar todas as páginas que leio. Funciona de um modo bastante simples. Depois de instalar, basta clicar no botão para salvar a página. Depois basta abrir outra aba no Chrome e clicar na imagem igual à que está abaixo.

De seguida, verá uma lista de todas as páginas que salvou. Depois basta clicar e ler os textos que quiser. Quando tiverem lidos, apague. É  importante que tenha este hábito, caso contrário dentro de algum tempo terá uma lista enorme e nem irá saber como se organizar.

Escrever para o Google ou não?

Esta pergunta tem duas respostas: sim e não. Vamos começar pelo sim. Pensando de um modo bastante prático, compensa muito mais enquanto blogueiro escrever algo que possa mais tarde ser lido muito tempo depois de ser publicado do que algo que apenas tenha uma leitura lógica durante alguns dias. O mesmo aconteceu comigo no título deste texto. Eu teria várias opções, mas uma pequena pesquisa no Google Keyword Tool fez-me optar por este. Para retirar as dúvidas, veja a imagem abaixo:

Eu poderia muito bem ter o título “Como escrever um bom texto para o seu blog”. Mas apesar de ter até mais pesquisas (cerca de um milhão por mês no Brasil), a verdade é que tinha mais concorrência que este, o que tornaria bem mais difícil ficar nas primeiras páginas. Uma pequena alteração no título pode fazer a diferença.

Contudo, esta mudança só se deveu porque o título ainda continuava tendo algum sentido e não iria alterar a mensagem que eu queria transmitir ao meus leitores. Se as escolhas das palavras do título devido ao Google alterar o sentido daquilo que você quer explicar, esta análise perde qualquer efeito. O conteúdo é e sempre será rei, por isso tente conjugar um bom texto com uma boa indexação no Google.

O número de palavras-chave no texto é importante?

Sinceramente isto é daquelas coisas que nem sequer penso. Isto porque se o seu artigo for coerente e agradar aos seus leitores, as palavras-chave irão aparecer naturalmente conforme vai escrevendo. É mau demais ler artigos com palavras chaves forçadas, apenas porque estão preocupados com o Google. Será que vale a pena perder leitores apenas para indexar melhor? Até porque se os leitores passarem pouco tempo a lerem o seu artigo dificilmente o Google irá gostar disso.

Comece pelo mais importante

A imagem acima foi retirada do site useit.com, que estuda a usabilidade na internet. Se reparar com atenção, verá que as pessoas têm tendência a lerem maioritariamente os primeiros parágrafos e da esquerda para a direita, lendo em poucas ocasiões o texto todo. Com isto, quero dizer que deve ter o máximo cuidado com a introdução que faz, visto que um mau início pode levar a aumentar a sua taxa de rejeição e que os seus leitores passem pouco tempo no seu blog. Por outro lado, um bom início pode garantir que leiam o resto do artigo. Esqueça aquelas introduções chatas e vá direto ao assunto. Isso não significa que não possa ter um começo interessante e desenvolvido, terá é sempre de ter o cuidado de começar com muita criatividade mas de modo direto ao mesmo tempo.

O tamanho do texto importa?

Este é um dos pontos que tenho analisado e a resposta é sim. Apenas por um motivo: o Google tem em consideração o tempo que o utilizador passa a ler o seu texto. Recentemente fiz uma experiência e comprovei os resultados. Sabendo que no final de semana não publico artigos e que a maioria das visitas na Escola Freelancer vinham da home page, a tendência para lerem o primeiro texto seria muito maior. Por isso, escrevi o texto sobre as 15 formas de pensar das pessoas de sucesso com um tamanho um pouco acima do normal, com mais de 2500 palavras. Resultado? Mais uma vez, veja a imagem abaixo:

Uma pequena análise ao analytics comprova algumas coisas:

  • A minha taxa de rejeição diminuiu quase 10% (anda à volta dos 70%)
  • O tempo médio no site melhorou drasticamente (anda à volta das 3 minutos)
  • O número de páginas vistas também melhorou, visto que um texto maior permite inserir mais links internos (a média de páginas vistas não chega às duas normalmente)

Não digo que deva sempre escrever textos enormes, mas a verdade é que se bem escrito e de modo coerente, pode trazer bons resultados para o seu site.

Números

Existe uma regra que o jornalismo me ensinou e que acho que deve ser importante você inserir no seu blog. Quando se trata de numeração, siga a seguinte regra: de um a dez, escreva por extenso e a partir daí utilize a numeração. Porquê? O motivo é bastante simples. Escrever um, dois ou três é algo bastante simples de ler, mas quando passamos a escrever dezassete por exemplo, já estamos a dificultar o trabalho ao leitor, o que é completamente desaconselhável. Escreva 17, fica bem mais simples. Se o leitor poder ter menos trabalho, melhor.

Português correto por favor!

Hoje em dia é muito fácil criar um blog, mas escrever um artigo de qualidade não é para todos. Por isso, se quiser ver os seus resultados melhorarem, pratique a sua escrita e leia bastante. Tal como tudo, a aprendizagem do português deve ser algo constante e deve ter como objetivos melhorar a casa dia. Um jornal por dia ou um livro por mês são suficientes para ver a sua evolução em bem pouco tempo. Se quiser ser o melhor em alguma coisa, pratique-o todos os dias.

Antes de finalizar ao artigo, quero agradecer a todos os leitores que me ajudaram a escrever o texto através da nossa página de fãs do Facebook. Os meus agradecimentos vão para:

Quais cuidados costuma ter ao escrever um texto?

Escrever um artigo não é algo que se faça sem trabalho. Especialmente depois da vinda do Google Panda, todo o cuidado antes de redigir um texto é pouco. Mas agora chegou a vez dos leitores falarem um pouco.

Novo usuário?

Comece aqui

e-book “SEJA MAIS PRODUTIVO”

Baixe o ebook “Pensamentos sobre marketing digital”

Preencha os seus dados abaixo e receba esse e outros materiais por e-mail.

BAIXE GRÁTIS O EBOOK "PENSAMENTOS SOBRE MARKETING DIGITAL"
Este livro reúne 31 estratégias para você aplicar no seu negócio.

Pensamentos sobre marketing digital
close-link