Marketing Digital 05/05/2015

Como se autopromover sem parecer um marqueteiro

Luciano Larrossa Publicado por Luciano Larrossa

Qualquer freelancer ou profissional que venda os seus serviços, deve fazer uma autopromoção constante. Desta forma, ele aumenta as suas chances de ter mais clientes através das suas redes de contatos. O grande problema é quando o freela acaba por exagerar na autopromoção. Caso caia nesse erro, ele acaba sendo visto como um “marqueteiro”, ou seja, alguém que está sempre autopromovendo o seu trabalho de forma exagerada e que entrega poucos resultados.

A melhor forma de autopromover-se e não cair no exagero é fazê-lo de forma profissional e utilizar as ferramentas certas. Ao longo deste artigo, vou explicar para você como pode dar a conhecer o seu trabalho sem fazê-lo de forma exagerada.

1. Utilize as ferramentas certas

O primeiro passo para realizar uma autopromoção eficaz é utilizar as ferramentas certas. Infelizmente, muitos profissionais acabam fazendo SPAM ou invés de se autopromoverem. O exemplo que dou logo abaixo é de uma mensagem que recebi na minha conta pessoal do Facebook:

comentário-SPAM

Além de ser bloqueado na hora, o usuário também acabou deixando uma má imagem do seu profissionalismo e da área onde trabalha.

Quer se promover no Facebook? Crie uma Fan Page, faça postagens interessantes para o seu público ou crie anúncios segmentado para pessoas que tenham interesse! Quer se promover no LinkedIn? A lógica é a mesma! Crie um bom perfil, entre em grupos e adicione pessoas relacionadas com a sua área de negócios. Se quiser saber um pouco mais sobre como melhorar o seu perfil no LinkedIn, este e este artigo podem ajudar.

E por falar em grupos…

2. Esteja em grupos da sua área de negócios

Os grupos são outra excelente forma de promover o seu trabalho. Porém, tenha cuidado mais uma vez com o SPAM…

Chegar a um grupo e começar a postar artigos do seu blog ou posts com os seus serviços, só vai criar uma imagem negativa sobre você enquanto profissional.

Mas então, qual a melhor forma de promover-se em grupos?

Ajudando outras pessoas! Os grupos são criados com um objetivo: para que pessoas da mesma área possam esclarecer suas dúvidas ou partilharem os seus casos de sucesso. Se você ajudar constantemente pessoas desse grupo, eles vão acabar por ver você como um especialista. E isso leva, mais tarde, a que algumas pessoas contratem os seus serviços.

O grande problema desta estratégia é que ela demanda tempo e uma consistência muito grande! Para conseguir atuar de forma constante em grupos e ser considerado um especialista, seguem algumas dicas:

  • Escolhe APENAS 1 ou 2 grupos e participe neles de forma ativa
  • Tente ser sempre dos primeiros a auxiliar os outros usuários. O seu tempo de resposta é importante
  • Não se foque apenas em ajudar. Compartilhe também os seus cases de sucesso
  • Defina isso como uma tarefa do seu dia-a-dia

Nota: Aumentar o seu reconhecimento em grupos demora sempre algum tempo, mas vale a pena a persistência. Obviamente, quanto maior o grupo ou quanto mais eficazes forem as suas ajudas, mais sucesso você vai ter.

3. Evite falsas promessas

Existe uma grande diferença entre autopromover-se com base em resultados reais e autopromover-se com falsas promessas. Aqui vão 2 exemplos “clássicos” que encontro no Facebook:

Conheça os 3 segredos para você ter sucesso profissional. Acesse o link: www.páginacomebook.com

ou

Como ter sucesso trabalhando apenas 2 horas por dia. Saiba mais aqui: www.páginacomebook.com

Sério que alguém acredita que existem apenas 3 “segredos” para se ter sucesso profissional? Ou que é possível ter sucesso trabalhando apenas 2 horas por dia?

Entendo que este tipo de promessas fáceis atraiam mais pessoas, mas será que elas depois cumprem o prometido? Qualquer pessoa com apenas 2 neurônios consegue concluir que promessas como essas são praticamente impossível de serem cumpridas…

O meu conselho é que promova os resultados que você consegue, mas faça isso de forma mais profissional e menos “sonhadora”. Lembre-se: o futuro do seu negócio está dependente se você consegue cumprir aquilo que promete.

4. Compartilhe histórias de sucesso

As pessoas adoram histórias e elas são uma forma indireta de você promover os seus serviços. Uma das estratégias mais eficazes é compartilhar cases de sucesso que você teve com clientes. Vou dar para você 2 exemplos. A primeira imagem é um post que eu fiz no meu próprio perfil pessoal. Nele, eu conto como consegui elevar os resultados de um cliente com anúncios no Facebook:

autopromoção-no-Facebook

Outro post exemplar foi feito pelo meu amigo Jefferson Midei, que também postou uma estratégia de anúncios que ele estava utilizando. Isso gerou mais de 50 curtidas e dezenas de comentários. O resultado final foram várias pessoas pedindo consultoria para ele. Confira o post logo abaixo:

Jefferson Midei Facebook

Obviamente que estou dando exemplos aqui de anúncios de Facebook, mas pode ser usado em outras áreas de negócio! Confira alguns exemplos:

  • Se você for programador, pode mostrar como construiu o site de um cliente
  • Se for designer, pode mostrar a renovação da imagem da marca de um cliente aumentou o seu faturamento
  • Se for redator freelancer, pode mostrar como os seus textos aumentaram as visitas do site do seu cliente

Entendeu a ideia? Conte histórias! 😉

5. Pare de ser “Guru” ou “Ninja”

Outro erro comum que os profissionais cometem é o de autodenominarem-se de “Gurus” ou “Ninjas” da sua área de atuação. Colocar você mesmo num patamar elevado passa uma imagem pouco humilde de você mesmo. Deixe que seja o mercado a fazê-lo. Se você tem publicações em revistas em blogues ou revistas que dizem que você é um especialista, ótimo! Mas jamais seja você mesmo a definir esse título.

6. Foque-se em fatos e não em suposições

Como demonstrei acima, histórias e resultados funcionam bem. Por isso, sempre que quiser falar sobre o seu trabalho, dê prioridade a fatos concretos ao invés de falar em suposições sobre aquilo que você é. “Sou especialista em anúncios de Facebook” é muito diferente de “Duplicamos as suas vendas através de anúncios de Facebook”. Se quiser saber um pouco mais sobre como realçar os benefícios do seu negócio, leia o nosso artigo sobre Como deixar de vender os recursos e passar a vender os benefícios.

Conclusão

Como podemos ver ao longo do artigo, a autopromoção é essencial. Porém, você deve ter muito cuidado com a forma como faz essa mesma promoção, caso contrário pode ganhar o título de “marqueteiro” e isso não é muito desejável.

Agora chegou a sua vez de participar: o que achou destas dicas? Que estratégias utiliza para para promover os seus serviços/produtos?

Abraço,

Luciano Larrossa

Novo usuário?

Comece aqui

e-book “SEJA MAIS PRODUTIVO”

Baixe o ebook “Pensamentos sobre marketing digital”

Preencha os seus dados abaixo e receba esse e outros materiais por e-mail.