Marketing Digital 09/01/2011

Como saber se estou no emprego certo?

Luciano Larrossa Publicado por Luciano Larrossa

Quando somos crianças todos temos um sonho de profissão: astronauta, médico ou cozinheiro. Com o passar do tempo vamos ganhando outra visão do mundo que nos rodeia, alterando os nossos gostos para futuras profissões conforma a idade vai avançando. Apesar de tudo, chegamos a uma fase da nossa vida que estabilizamos: encontramos um emprego, começamos a pagar as nossas contas e, gostando ou não, pensamos que temos que ficar naquele trabalho a vida toda.

Ou será que nem sempre terá que ser necessariamente assim? Até que ponto temos que continuar naquele emprego que não gostamos? Para que fique bem clara a ideia que nem sempre tem que ser assim, dou-lhe o exemplo de Meg Withman, candidata a governadora do estado da Califórnia. Iniciou a sua carreira como consultora de gestão, depois juntou-se à Disney para abrir algumas lojas no Japão, assumiu a gestão da uma empresa de arranjos florais para anos mais tarde assumir a função de presidente executiva da Ebay. Quais seriam as possibilidades de Meg Withman terminar a sua carreira como candidata a governadora da Califórnia? Quase nulas.

Dica de artigo: Vantagens de trabalhar como freelancer

O que estou querendo mostrar é que é praticamente impossível saber onde um emprego o poderá levar. Muitas vezes estamos insatisfeitos no nosso trabalho mas não queremos mudar, apenas pelo facto de termos que fazer algo diferente do que fizemos até agora.

Afinal, como se encontra o emprego certo?

O primeiro passo será tentar melhorar o local onde trabalha ou então trocar de emprego. Se optou pela segunda opção, encare o seu novo emprego como se fosse a primeira vez que estivesse a trabalhar. Aceite-o, descubra o que gosta e o que não gosta, e aos poucos verá se afinal esse emprego é o dos seus sonhos. Prepare-se para ter que ceder em alguns aspectos. Sim porque lamento informá-lo não existe o emprego ideal. Em todos os empregos existem fatores positivos e negativos, o segredo estará em encontrar o mínimo de factores negativos que o possam desmotivar. Antes de escolher o emprego certo, sugiro que pense sobre estes quatro pontos:

O fator financeiro

Por muito que goste de algum emprego o salário será sempre determinante. Sim, porque existe sempre uma casa para pagar, um carro para abastecer ou uma barriga para alimentar. Para que possa escolher o emprego certo e nunca mais ter que “ir trabalhar” aconselho-o a analisar a importância que a parte financeira tem para si. Se receber o que pretende e ter o emprego dos seus sonhos ótimo. Se recebe um pouco menos mas ficar no emprego dos seus sonhos, será uma questão de ver até que ponto essa felicidade no trabalho não lhe causará infelicidade no trabalho.

Lidar com pessoas: o maior fator de infelicidade

Em muitos casos as pessoas estão satisfeitas com o seu trabalho, até recebem uma quantia satisfatória mas os colegas de trabalho representam o seu maior problema. Não partilham dos mesmos gostos, valores ou têm atitudes que você não suporta. Se aceitar um emprego desses terá que durante, pelos menos oito horas do seu dia, mostrar quem você não é. Funcionará da mesma forma que um casamento que se mantêm apenas por motivos financeiros. Mais tarde ou mais cedo a verdade virá ao de cima.

Pondere ler: Razões porque não vai ganhar mais dinheiro como freelancer

Está constantemente a ser desafiado?

Qualquer emprego novo que consiga deverá que ter algo a ensiná-lo de uma forma constante. Ou seja, antes de pensar em escolher o emprego da sua vida opte por responder a esta pergunta: “Vou estar a aprender algo de novo por aqui?”.

A razão que deve colocar esta pergunta a si mesmo é muito simples. Um emprego que o desafia está a fazê-lo crescer, mantêm-no motivado e estimulado. Já viu o quanto é chato fazer o mesmo a vida inteira sem ter nada para aprender, funcionando como uma máquina?

Viva o seu sonho

Já conheci casos de amigos meus ou até mesmo parentes que escolhem emprego X ou Y apenas para satisfazer o desejo de outra pessoa. Apesar de criar aquela sensação de alívio na fase inicial, a verdade é que com o passar do tempo acabará frustrado, sem perspectivas de futuro e desiludido com a opção que tomou. Trabalhar num ramo que o foi escolha sua é o primeiro passo se sentir realizado.

Já analisou o seu emprego?

Estes quatro pontos são fundamentais para que consiga perceber se está no emprego ideal ou não. A verdade é que nem sempre conseguimos satisfazer os quatro ao mesmo tempo. Algumas empresas pagam bons salários mas não o desafiam, em outras os colegas são insuportáveis de aturar mas aquele é mesmo o seu sonho e é aquilo que você quer. A verdade é que nenhum poderá faltar para que consiga total felicidade no seu trabalho. Se o emprego que conseguiu não o satisfaz não tenha medo, levante a cabeça e vá atrás de um trabalho que o faça feliz. As opções são imensas apenas precisa de usar um pouco a sua imaginação.

Na verdade é cada vez mais escasso o número de trabalhadores que passa a vida inteira numa empresa. As estatísticas comprovam-no. Ter demasiada pressa em conseguir o tão desejado emprego ou existirem várias possibilidades de oferta, a verdade é que o mercado de emprego actual encontra-se assim e temos que o aceitar.

Dedique algum tempo para descobrir se aquele emprego é mesmo o realmente desejado para si. Saber isso não ocorre de um dia para o outro e não pense em trocá-lo apenas porque uma situação desagradável aconteceu. Reflicta sobre a situação e se, trocar de emprego é mesmo uma possibilidade, faça-o sem olhar para o passado, pois só assim não terá que “ir trabalhar”.

E você, está no emprego certo?

Já alguma vez decidiu trocar de emprego? Se sim deixe um comentário de como foi essa sua experiência. Se ainda está a pensar em fazê-lo partilhe conosco o porquê de ainda não o ter feito.

Abraço

Novo usuário?

Comece aqui

e-book “SEJA MAIS PRODUTIVO”

Baixe o ebook “Pensamentos sobre marketing digital”

Preencha os seus dados abaixo e receba esse e outros materiais por e-mail.

BAIXE GRÁTIS O EBOOK "PENSAMENTOS SOBRE MARKETING DIGITAL"
Este livro reúne 31 estratégias para você aplicar no seu negócio.

Pensamentos sobre marketing digital
close-link