Ferramentas 10/10/2013

Ballpark: a ferramenta que vai ajudá-lo a criar propostas e invoices para clientes!

Luciano Larrossa Publicado por Luciano Larrossa

Todo e qualquer projeto entre um freelancer e um cliente começa com um primeiro contato, na qual uma das partes demonstra o seu interesse em realizar a parceria. Porém, grande parte dessas mesmas parcerias terminam no momento da proposta. Os motivos são vários: atraso no envio da proposta, proposta pouco convincente, má estruturação da proposta, etc. Mas para evitar esse tipo de situações surgiu o Ballpark, um excelente site para você criar propostas para clientes, gerar invoices e controlar o tempo que trabalha em cada proposta. Logo abaixo você terá um texto onde explica passo a passo como trabalhar com o Ballpark e também gravei um vídeo com as principais funcionalidades da ferramenta. Esse mesmo vídeo está no final do artigo.

Uma das principais vantagens do Ballpark é a sua simplicidade. Em poucos minutos (poucos mesmo) você estará explorando todas as suas funcionalidades. Ele está completamente em inglês e não é possível alterar essa funcionalidade, porém isso acaba por não ser um aspeto negativo visto que todos os campos, tanto da proposta como do invoice, são alteráveis e por isso o seu cliente não terá que ler praticamente nada em inglês para entender a sua proposta. Outra grande vantagem, senão a maior, é que você pode saber quando o seu cliente viu a sua proposta. Isso evita desculpas como “não vi o seu email” ou “não vi a sua proposta”. Com o Ballpark você sabe exatamente tudo aquilo que o seu cliente fez com o seu envio, algo que não acontece se você enviar um documento PDF pré-definido, por exemplo. De realçar, ainda, que você poderá experimentar a ferramenta durante 30 dias sem qualquer custo e sem necessitar de dar o seu cartão de crédito.

Clique aqui para inscrever-se gratuitamente no Ballpark

Como dar os primeiros passos no Ballpark

Quando você entra no site terá acesso a imagem como está vendo logo abaixo. Insira os seus dados e você estará pronto para dar os seus primeiros passos no Ballpark!

inscrever-se no Ballpark

Depois de fazer o seu login você terá acesso ao seu Dashboard, com os seguintes menus: dashboard, estimates (propostas), invoices, time (para controlar o seu tempo), contacts (todos os contados dos seus clientes) e report (todos os trabalhos que você fez com clientes). Um pouco à direita ainda surge o menu configuração e aconselho que você comece por aí mesmo.

Primeiros passos no Ballpark

Esse menu das preferences dá acesso a vários pormenores que são extremamente importantes alterar antes sequer de começar a trabalhar. Alguns deles são:

  • Informações gerais: Nome, link para o seu site, contato telefónico, etc.
  • Dados da empresa: O mesmo que o anterior mas desta vez com dados da sua empresa.
  • Nome da equipe de trabalho: Se você trabalha com outros freelancers pode inserir o nome e o contato deles. Além disso você define o que cada um pode fazer com cada cliente.
  • Defaults: Aqui você escolhe as categorias dos seus trabalhos (por exemplo: criação de logótipo, criação de site, etc), define a sua moeda (existe opção para o real), escolha o percentual de imposto que cada projeto vai ter e quanto você cobra à hora. Este ponto é fundamental pois vai permitir ao Bullpark que ele faça, no futuro, a contabilidade das suas horas e quanto custa cada projeto no total.
  • Integration: Outro pormenor muito importante é que o Bullpark permite que você seja pago no próprio invoice pelo cliente. Para isso ele utiliza três sites de pagamento: Highrise, Paypal e Stripe.

Depois de alteradas todas essas informações, chegou o momento de você começar a utilizar o Ballpark. Qualquer dúvida que tenha no preenchimento não hesite em deixar um comentário no artigo.

Dashboard do Ballpark

dashboard do Bullpark

O Dashboard do Bullpark é bastante completo e você consegue ter uma visão completa de tudo aquilo que tem feito com os clientes. Quando enviou, quando a sua proposta foi vista, quando foi aceite, entre outros pormenores. No lado direito você tem acesso a todos os valores referentes a estes mês.

Enviando propostas para clientes

Esta é uma das categorias que mais me deixou entusiasmado relativamente ao Bullpark. Aqui você poderá criar uma proposta ao cliente com bastante profissionalismo. Você aqui tem a possibilidade de inserir tudo aquilo que compõe a sua proposta. Valores, impostos, nome da sua empresa, descrição e valor total. Tudo isso feito de forma automática e de forma muito rápida! Depois basta carregar em enviar que o seu cliente irá receber a sua proposta no email.

propostas para clientes

Todo o trabalho é feito no próprio Ballpark. Isso traz duas grandes vantagens. Em primeiro lugar tudo fica registrado. Isso impede o habitual “eu não disse ou não fiz isso”. Além disso, evita também uma constante troca de emails. Tudo acontece dentro da plataforma.

Criar invoices no Ballpark

No Ballpark você definir depois de quanto tempo após o “sim” do cliente o seu invoice será enviado. No meu caso defini 15 dias, o que faz com a ferramenta envie o invoice automaticamente para o cliente ao fim de 15 dias. Você pode alterar isso para o período de tempo que bem entender. Vejamos logo abaixo como fica o seu invoice:

envio do invoice

O cliente receberá uma imagem semelhante, que terá ainda outro extra: um botão para ele pagar na hora.

Atenção a um pormenor: Mesmo que o cliente não pague por Paypal e faça de outra forma qualquer (transferência bancária, por exemplo), o Ballpark permite que você insira o valor manualmente.

Timer, contato e relatórios

O Ballpark tem ainda mais dois menus bastante importantes. Cocemos pelo Timer. A partir dele você poderá contar quanto está trabalhando em cada projeto.

Timer no Bullpark

Depois que você clica em start você tem acesso a um relógio que vai contabilizando quanto tempo você está trabalhando nesse mesmo projeto. Depois basta você clicar em pausar que o Bullpark fará a contagem do tempo gasto. Depois disso você terá acesso a um relatório, que mostra quanto tempo você tem gasto com um determinado clientes, se esse mesmo tempo já foi pago, a sua evolução nos pagamentos, etc.

Por último o Bullpark ainda permite que você tenha todos os contatos por lá, o que torna fácil você encontrar clientes que tenham trabalhado consigo há alguns anos, por exemplo.

Clique aqui para inscrever-se gratuitamente no Ballpark

Conclusão e vídeo do Ballpark

O Bullpark é sem dúvida alguma uma excelente ferramenta para qualquer freelancer. O seu preço também é acessível, sendo que o plano mais baixo custa 13 dólares e o mais caro 99 dólares, mas este último é útil para agências, por exemplo. Para um freelancer que trabalhe sozinho, sem equipe, o plano mais baixo é suficiente.

De qualquer das formas ele permite que você experimente durante 30 dias sem custo. Entre no Bullpark, veja toda a sua organização e depois decida se você deve continuar com ele ou não. Na minha opinião, o Bullpark é das melhores ferramentas que existem no mercado atualmente. E você, o que achou? Já conhecia o Bullpark? Que ferramentas semelhantes aconselha?

Abraço,

Luciano Larrossa

Novo usuário?

Comece aqui

e-book “SEJA MAIS PRODUTIVO”

Baixe o ebook “Pensamentos sobre marketing digital”

Preencha os seus dados abaixo e receba esse e outros materiais por e-mail.